UOL Notícias Notícias
 

15/04/2010 - 16h57

Segurança frustra protesto do Greenpeace em Brasília

Brasília - Ativistas do Greenpeace furaram o bloqueio de segurança nos arredores do Palácio do Itamaraty, em Brasília, esta tarde, para a realização do 2ª Cúpula de Chefes de Estado e de Governo do Bric (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia e China). Dois carros ocupados por integrantes do movimento conseguiram chegar à frente do palácio, apesar do policiamento no local que impede o acesso de carros em trechos da Esplanada dos Ministérios.

Quatro manifestantes saíram dos veículos e acabaram presos por agentes de segurança. Dois deles estavam vestidos de árvore, um, de placa solar, e o último, de barril de petróleo. Segundo João Talocchi, coordenador da campanha do clima do Greenpeace Brasil, o objetivo do protesto era chamar a atenção das autoridades para as políticas de proteção ao meio ambiente. "O Greenpeace veio desafiar os líderes a assumir a liderança das negociações em torno do clima", disse. "Temos uma das últimas oportunidades para isso neste ano", completou.

O protesto mobilizou cerca de 16 integrantes do Greenpeace e chegou a ser transmitido ao vivo para o site da entidade. Um agente policial disse que o grupo falsificou uma credencial que permitia o acesso ao Palácio do Itamaraty, sem passar por uma vistoria prévia. Os quatro manifestantes foram detidos e encaminhados à delegacia de polícia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host