UOL Notícias Notícias
 

16/04/2010 - 07h29

Bolsas asiáticas encerram em forte queda; HK cai 1,3%

Tóquio - Os mercados da Ásia fecharam a semana com sinal negativo. Nesta sexta-feira, houve perdas acentuadas em várias bolsas, que não se pautaram pelos números positivos de Wall Street. Pesaram mais as notícias vindas de Pequim, que pode adotar novas medidas de aperto monetário.

A queda nas ações de imobiliárias e bancos chineses, após as últimas medidas de Pequim para conter a especulação imobiliária, derrubou a Bolsa de Hong Kong. O índice Hang Seng caiu 292,56 pontos, ou 1,3%, e terminou aos 21.865,26 pontos - na semana, o índice acumulou baixa de 1,5%.

Apesar da forte estreia de um novo índice futuro, as Bolsas da China apresentaram retração devido às medidas de Pequim para controlar o mercado imobiliário. O índice Xangai Composto caiu 1,1% e encerrou aos 3.139,30 pontos, acumulando perdas de 0,5% na semana. O Shenzhen Composto perdeu 0,2% e terminou aos 1.229,72 pontos.

O yuan apresentou ligeira valorização sobre o dólar, por conta da demanda dos exportadores pela moeda chinesa. Mas a especulação de apreciação da moeda refreou um pouco do fervente ponto do começo da semana, evidenciado pela recuperação do dólar no mercado futuru depois que o governo chinês anunciou, quinta-feira, novas medidas de aperto para o mercado imobiliário e Pequim focou em esforços de resgate após o forte terremoto em Qinghai. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8256 yuans, de 6,8260 yuans do fechamento de quinta-feira.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, seguiu no embalo dos demais mercados regionais. O índice Taiwan Weighted baixou 0,7% e fechou aos 8.111,57 pontos.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, fechou em baixa devido às preocupações causadas nos investidores com as perdas nas ações da Google e da fabricante de chips Advanced Micro Devices (AMD) no mercado internacional, apesar de as companhias apresentarem fortes ganhos. O índice Kospi caiu 0,5% e fechou aos 1.734,49 pontos.

Na Austrália, a Bolsa de Sydney caiu ligeiramente abaixo dos 5.000 pontos depois que as ações da Google e da AMD tiveram queda significativa no cenário internacional, deixando os investidores cautelosos em relação ao mercado americano. O índice S&P/ASX200 recuou 0,3% e fechou aos 4.984,7 pontos.

Na Bolsa de Manila, nas Filipinas, o índice PSE retraiu-se 1,2% e fechou aos 3.240,37 pontos, uma vez que os investidores continuam controlando as aplicações em razão das eleições de 10 de maio.

A Bolsa de Cingapura teve baixa em linha com as demais asiáticas e preocupações de que o governo possa introduzir novas medidas de refrear o aquecido mercado imobiliário. O índice Straits Times cedeu 0,3% e fechou aos 3.007,19 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, caiu 0,8% e fechou aos 2.878,67 pontos, com realizações de lucros em blue chips uma vez que os mercados asiáticos como um todo caíram.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, tombou 3,3% e fechou aos 736,16, por conta de preocupações com a situação política local.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, recuou 0,5% e fechou aos 1.332,77, com realizações de lucros em papéis de tecnologia em linhas com os resultados fracos nas demais bolsas regionais. As informações são da Dow Jones

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h10

    -0,53
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h17

    0,62
    63.615,84
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host