UOL Notícias Notícias
 

20/04/2010 - 10h12

Bovespa abre em alta e busca recuperação com exterior

São Paulo - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu em alta hoje e encontra no mercado internacional condições para reaver, pelo menos em parte, a perda de 2,80% acumulada nos últimos três pregões. Com as bolsas e as commodities recuperando terreno, o índice Bovespa (Ibovespa) apontava alta de 0,76%, aos 69.621 pontos, às 10h10. No front doméstico, os dados de inflação anunciadas esta manhã em linha com as estimativa trazem um pouco de alívio ao mercado de juros, deixando os investidores na Bovespa mais à vontade para acompanhar a evolução do mercado externo.

Desde de cedo, uma série de boas notícias está levantando os ânimos, a começar pela melhora da confiança empresarial na Alemanha - o índice ZEW, que subiu 8,5 pontos, para 53 pontos em abril - e o bem-sucedido do leilão de títulos de curto prazo da Grécia, que conseguiu captar 1,95 bilhão de euros, oferecendo um rendimento ao investidor abaixo da marca de 4%.

Do lado corporativo, o balanço melhor do que o esperado do banco Goldman Sachs, anunciado mais cedo, também ajuda a desfazer o clima de aversão ao risco. O Goldman anunciou lucro de US$ 3,46 bilhões no primeiro trimestre, ou US$ 5,59 por ação, acima dos US$ 1,81 bilhão obtidos no primeiro trimestre do ano passado. As receitas cresceram 36% para US$ 12,78 bilhões no primeiro trimestre.

Mas os bancos continuam no centro das atenções, após a Securities and Exchange Comission (SEC, a comissão norte-americana que lida com valores mobiliários) ter acusado o Goldman de omitir informações importantes a seus clientes sobre produtos estruturados a partir das hipotecas subprime. O presidente do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano), Ben Bernanke, fala em audiência na Câmara, às 12 horas, sobre o banco Lehman Brothers, ao lado do secretário do Tesouro norte-americano, Timothy Geithner, e da presidente da SEC, Mary Schapiro.

No mercado de commodities, os metais sobem - o cobre era negociado, mais cedo, em alta de cerca de 3% em relação à mínima atingida ontem - e o petróleo subia mais de 1% em Nova York. No Brasil, mais uma empresa se prepara para estrear na Bovespa. Após dois adiamentos, a empresa de logística Julio Simões conseguiu demanda suficiente para fechar a oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), que atingiu R$ 494,5 milhões. A empresa obteve o preço de R$ 8,00, abaixo do piso da faixa indicativa, que já havia sido reduzido para R$ 8,50 a R$ 9,50.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,22
    3,142
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,67
    70.477,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host