UOL Notícias Notícias
 

24/04/2010 - 14h50

Seu Madruga, o 'Macunaíma mexicano', vira tema de livro

São Paulo - Já pensou em se dedicar a uma coisa da qual você é fã? Foi com essa filosofia de vida que o escritor Pablo Kashener, de 28 anos, chegou ao lançamento de seu segundo livro sobre o humorístico Chaves e Chapolin, série que ele acompanha desde criança. Ele lançou hoje "Seu Madruga - Vila e Obra", livro dedicado ao personagem mais querido pelos fãs do seriado.

o "livro-homenagem", como o próprio autor descreve, apresenta dados biográficos de Ramón Valdez, ator mexicano que eternizou Seu Madruga, além de uma análise sobre o perfil do personagem. Kashener descreve características de Seu Madruga presentes nos episódios que o apontam como uma espécie de "Macunaíma mexicano", um sujeito pícaro, bajulador, que não paga os alugueis, foge do trabalho e sempre tenta se dar bem. "Talvez por ser um cara tão malandro que ele despertou essa empatia tão grande entre os brasileiros", avalia Kashener sobre o ator, que faleceu no México em 1988, devido a um câncer.

Uma das peculiaridades do livro é que ele começa pelo capítulo 14 e prossegue até o primeiro. A inspiração para isso, no entanto, não veio de "Memórias Póstumas de Brás Cubas", em que Machado de Assis também começa pelo fim. Na verdade, essa organização do livro é uma referência à dívida de 14 meses de aluguel que seu Madruga tinha com o dono da vila, o Senhor Barriga. "É como se os capítulos contassem toda essa história de malandragem, aluguel a aluguel," explica o autor.

Sucesso

O livro também pode ser considerado uma continuação da primeira obra de Kaschener, "Chaves de Um Sucesso", de 2007. Nesta obra, o autor se empenha em explicar como o seriado Chaves e Chapolin, gravado sob a estética dos anos 70, consegue fazer sucesso geração após geração, chegando até às crianças que crescem em um ambiente hightech, cercadas por computadores e videogames superavançados.

"Seu Madruga - Vila e Obra" também traz quiz, curiosidades, entrevista com dubladores e fotos inéditas do personagem e da série. Kaschner destaca uma foto em que os atores Carlos Villagrán (Kiko) e Florinda Meza (Dona Florinda) aparecem de braços dados no estúdio. "Antes de se casar com o Roberto Bolaños (Chaves), a Florinda namorou o Carlos, mas eu nunca tinha visto um registro disso. Acho que essa foto é uma das surpresas para os fãs", disse.

O lançamento do livro aconteceu hoje, em São Paulo, durante o segundo Festival da Boa Vizinhança, encontro dedicado aos fãs da série e que trouxe ao Brasil os atores Carlos Villagrán e Edgar Vivar (Senhor Barriga).

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host