UOL Notícias Notícias
 

29/04/2010 - 17h30

Clima melhor no exterior ajuda Ibovespa a subir 1,98%

São Paulo - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) deu sequência à recuperação que iniciou, na véspera, ao tombo de 3,43% de terça-feira. Mas o vigor de hoje foi maior em razão do clima mais ameno no exterior em relação à crise fiscal grega e também com balanços favoráveis que impulsionaram as bolsas em Wall Street. O índice Bovespa, que chegou a avançar mais de 2% no melhor momento do dia, fechou com valorização menor, mas conseguiu recuperar o nível de 67 mil pontos.

O Ibovespa terminou a quinta-feira em alta de 1,98%, aos 67.978,05 pontos. Na mínima, registrou 66.661 pontos (+0,01%) e, na máxima, os 68.012 pontos (+2,04%). No mês, o Ibovespa recua 3,40% e, no ano, -0,89%. O giro financeiro totalizou R$ 5,502 bilhões. Os dados são preliminares.

A aversão a risco diminuiu nos mercados globais hoje diante da percepção de que a solução para a Grécia não tardará - há quem fale que ela pode sair até mesmo antes do final de semana. O provável aumento da ajuda - ao invés de cerca de 45 bilhões de euros agora seriam 120 bilhões de euros - também agradou aos mercados. As bolsas europeias fecharam em alta, com destaque para a de Atenas, que subiu 7,14%, aos 1.829,29 pontos.

Nos EUA, os balanços foram os destaques a impulsionar os índices acionários, ainda puxados pelas perspectivas melhores para a economia previstas ontem pelo Federal Reserve após a reunião de política monetária. O Dow Jones subiu 1,10%, aos 11.167,32 pontos, o S&P avançou 1,29%, aos 1.206,77 pontos, o Nasdaq ganhou 1,63%, aos 2.511,92 pontos. Alguns indicadores conhecidos hoje também vieram bons, como os dados sobre a atividade no setor de manufatura do Fed de Kansas, cujo índice de atividade subiu para 24 neste mês, de 18 em março.

No Brasil, poucas ações do Ibovespa caíram. As maiores baixas foram Telemar ON (-3,23%), Telemar PN (-1,57%), e Klabin PN (-1,28%). Registraram as maiores altas do índice Duratex ON (+5,94%), Cesp PNB (+5,09%) e PDG ON (+4,39%).

Petrobras ON registrou variação positiva de 1,90% e a Petrobras PN, de 1,95%. Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), o contrato futuro do petróleo com vencimento em junho subiu 2,34%, para US$ 85,17 o barril. Vale ON subiu 2,74% e Vale PNA, 3,35%.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host