UOL Notícias Notícias
 

30/04/2010 - 07h08

Bolsas asiáticas fecham em alta; HK sobe 1,6%

Tóquio - Os principais mercados da Ásia encerraram no campo positivo. Os balanços corporativos e a alta em Wall Street foram fatores estimulantes das bolsas da região nesta sexta-feira.

Os ganhos nos bancos chineses, por conta dos fortes balanços do primeiro trimestre, ajudaram a Bolsa de Hong Kong a estancar três pregões seguidos de declínio. O índice Hang Seng subiu 329,67 pontos, ou 1,6%, e terminou aos 21.108,59 pontos - no mês, contudo, acumulou perda de 0,6%.

Após seis sessões consecutivas de queda, a Bolsa de Xangai, na China, fechou em ligeira alta, com a presença de investidores em busca de ofertas de ocasião. Contudo, persistiram os temores de que o governo irá anunciar medidas adicionais de aperto para o mercado imobiliário no fim de semana prolongado. O índice Xangai Composto subiu 0,1% e encerrou aos 2.870,61 pontos - na semana, o índice caiu 3,8%. Já o índice Shenzhen Composto perdeu 1,7% e terminou aos 1.112,68 pontos.

O yuan fechou em alta ante o dólar na tarde desta sexta-feira, uma vez que as expectativas de que a moeda chinesa irá se apreciar em breve ante a unidade americana impulsionou a demanda pela divisa chinesa. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8252 yuans, de 6,8259 yuans do fechamento de quinta-feira.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé reverteu os ganhos da sessão de manhã, com forte realização de lucros e a pressão do mercado chinês. O índice Taiwan Weighted cedeu 0,6% e fechou aos 8.004,25 pontos.

Na Coreia do Sul, as ações da Samsung Electronics lideraram a alta da Bolsa de Seul. O índice Kospi ganhou 0,8% e fechou aos 1.741,56 pontos.

Na Austrália, a alta da Bolsa de Sydney foi limitada pela expectativa em torno do impacto de uma reforma tributária que o governo deve anunciar no domingo. O índice S&P/ASX 200 teve avanço de 0,5% e encerrou aos 4.807,4 pontos.

O índice PSE da Bolsa de Manila, nas Filipinas, teve baixa de 0,21% e terminou aos 3.290,09 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve alta pelo segundo dia seguido, acompanhando os ganhos nos mercados regionais. No entanto, os negócios estiveram em uma banda estreita devido à ausência de novidades da Europa e traders esperam a divulgação de balanços na próxima semana. O índice Strait Times ganhou 0,5% e fechou aos 2.974,61 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, teve alta de 1,5% e fechou aos 2.971,25 pontos, com compras, por parte de estrangeiros, de blue chips que apresentaram fortes lucros no primeiro trimestre.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, subiu 1,4% e fechou aos 763,51 pontos, seguindo a maioria dos mercados regionais, liderado por pesos pesados do setor de energia. O risco político já está precificado, disseram traders.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, subiu 0,8% e fechou aos 1.346,38 pontos, maior nível de fechamento em 17 sessões, recuperando-se após recuar por conta de realizações de lucros devido à véspera do fim de semana. As informações são da Dow Jones

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host