UOL Notícias Notícias
 

05/05/2010 - 10h17

Dólar comercial abre em alta de 0,80%, a R$ 1,775

São Paulo - O dólar comercial abriu o dia em alta de 0,80%, negociado a R$ 1,775 no mercado interbancário de câmbio. No pregão de ontem, a moeda norte-americana fechou em alta de 1,79%, cotada a R$ 1,761. Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), o dólar com liquidação à vista abriu as negociações em alta de 0,65%, a R$ 1,7734.

Hoje, o euro vem encostando em US$ 1,29 e o custo do seguro de dívidas da Europa continua subindo. O temor de que a crise fiscal da Grécia se espalhe por outros países da zona do euro (que reúne os 16 países que adotam o euro como moeda) não para de atormentar os investidores. Diante da insegurança, eles fogem para o outro lado do Atlântico, castigando a moeda única.

Nos EUA, a economia sinaliza que vai continuar em recuperação e isso atrai dinheiro para os Treasuries (títulos do Tesouro dos EUA) e favorece o dólar. Na América Latina, em especial no Brasil, a promessa de economia aquecida e de consequente elevação na taxa de juros continua firme. Isso significa que a perspectiva de fluxo de recursos positivo para o país deve permanecer, o que tende a manter também o real em tendência de alta.

Ontem, o Fundo Monetário Internacional (FMI) corroborou as expectativas de que o juro brasileiro passará por um ajuste agressivo. Em seu relatório econômico para as Américas, a instituição sugeriu que a taxa de equilíbrio do País seria de 12% a 12,5%. Desde a semana passada, quando o Comitê de Política Monetária (Copom) iniciou o aperto monetário, com alta de 0,75 ponto porcentual na Selic, a taxa está em 9,5% ao ano.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h40

    -0,07
    3,134
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h41

    -0,93
    75.266,26
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host