UOL Notícias Notícias
 

05/05/2010 - 21h20

Presos engenheiros por alterar cena de morte em obra

São Paulo - Dois engenheiros foram presos em flagrante na tarde desta quarta-feira por tentativa de suborno e por adulteração do local onde um servente morreu, em um canteiro de obras na Mooca, bairro da zona leste de São Paulo. Os engenheiros responsáveis pela obra localizada na Rua Padre Raposo, Takao Kageyama, de 65 anos, e Roberto Bussab, de 63 anos, foram autuados em flagrante por corrupção ativa e fraude processual.

O servente José Aparecido Ferreira da Silva, de 18 anos, morreu após cair de um altura de cerca de três metros no poço do elevador da obra. A vítima ainda foi atingida pelo carrinho com concreto, que também caiu no poço. Equipes do Corpo de Bombeiros tentaram reanimar o servente, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Segundo a Polícia Militar, Kageyama pediu a funcionários da obra que adulterassem o local do acidente, uma vez que a porta de segurança do elevador deveria estar fechada, mas não estava no momento da queda de Silva.

Policiais militares que atenderam a ocorrência receberam um proposta de Bussab para amenizar a ocorrência de acidente de trabalho e omitir a descaracterização do local. O engenheiro ofereceu R$ 10 mil a dois policiais. Os policiais fingiram aceitar a quantia. Quando entregou o dinheiro a eles, Bussad recebeu voz de prisão.

Os suspeitos foram conduzidos para a Delegacia do Meio Ambiente e de Relações do Trabalho, ligada ao Departamento de Proteção à Cidadania. Os engenheiros serão conduzidos ao 40º DP da Vila Santa Maria.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h10

    -0,16
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h12

    0,63
    65.269,05
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host