UOL Notícias Notícias
 
18/05/2010 - 15h18 / Atualizada 18/05/2010 - 15h31

TJ-RJ nega habeas corpus a acusada de torturar criança

São Paulo - A 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) negou hoje o pedido de habeas corpus à procuradora aposentada Vera Lúcia Sant'Anna Gomes, acusada de torturar uma criança de dois anos que estava sob sua guarda provisória.

Na sexta-feira, o Ministério Público do Rio (MP-RJ) deu parecer contra a concessão de habeas corpus. O pedido foi feito pelo advogado de defesa de Vera Lúcia, Jair Leite Pereira.

A procuradora se entregou à Justiça no último dia 13. Ela estava foragida desde o dia 5, quando o juiz Guilherme Schilling decretou sua prisão preventiva. Ela está no Presídio Nelson Hungria, no complexo penitenciário de Gericinó, em Bangu, zona oeste da cidade.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h39

    0,26
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h47

    -0,36
    75.121,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host