UOL Notícias Notícias
 
21/05/2010 - 07h42 / Atualizada 21/05/2010 - 07h48

Wall Street derruba Bolsas da Ásia; Taiwan perde 2,5%

Tóquio - A forte queda em Wall Street influenciou novamente a maioria dos mercados asiáticos nesta sexta-feira. A exceção foi a China, que teve seu desempenho centrado em perspectivas locais. Não houve negociações em Hong Kong e na Coreia do Sul por ser feriado.

As Bolsas da China se recuperaram, com expectativas de que Pequim não irá adotar medidas adicionais de aperto no curto prazo. O índice Xangai Composto subiu 1,1% e encerrou aos 2.583,52 pontos - na semana, o índice acumulou declínio de 4,2%. O índice Shenzhen Composto ganhou 2,5% e terminou aos 1.008,48 pontos.

O yuan teve ligeira alta ante o dólar devido a forte demanda pela moeda local uma vez que os bancos liquidaram a venda de bônus do banco central, apesar de que expectativas de que Pequim manterá estável sua política econômica tenha segurado a alta. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8277 yuans, de 6,8279 yuans do fechamento de ontem.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, teve fortes perdas, na quinta sessão seguida de baixa. O índice Taiwan Weighted caiu 2,5% e fechou aos 7.237,71 pontos, o pior fechamento em três meses e meio.

O mercado de ações de Sydney, na Austrália, também fechou em queda, mas mostrou uma recuperação espetacular, saindo de uma mínima de 10 meses e acompanhando o movimento do dólar australiano, que também emergiu de sua menor cotação em 10 meses. O índice S&P/ASX 200 terminou com recuo de 0,3%, fechando aos 4.305,4 pontos, depois de ter afundado para 4.175,7 pontos - o menor nível desde 30 de julho do ano passado.

O índice PSE da Bolsa de Manila, nas Filipinas, encerrou em queda de 1,1%, fechando aos 3.179,36 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve a maior baixa em três meses, devido a persistentes preocupações sobre o impacto da crise de débito da zona do euro sobre o crescimento econômico global e pelo maior porcentual da Média Industrial da Dow Jones em 14 meses. O índice Straits Times caiu 2,1% e fechou aos 2.701,20 pontos, menor nível desde 8 de fevereiro.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, recuou 2,6% e fechou aos 2.584,97 pontos, com vendas de estrangeiros em blue chips em meio a crescentes preocupações sobre o contágio da crise de débito da Europa e também à desvalorização da moeda.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, cedeu 1,4% e fechou aos 1.285,73 pontos, por conta da piora do sentimento devido a preocupações com a crise de débito da Europa e aos fracos resultados dos demais mercados regionais. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h40

    -0,68
    3,151
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h43

    0,45
    68.664,91
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host