UOL Notícias Notícias
 
23/05/2010 - 18h40 / Atualizada 23/05/2010 - 18h47

Celíacos fazem caminhada no Parque do Ibirapuera (SP)

São Paulo - Uma caminhada realizada na manhã de hoje (23) no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, lembrou o Dia Internacional do Celíaco, comemorado no dia 15 de maio. A doença celíaca é provocada pela intolerância ao glúten e afeta o intestino, causando prejuízo na absorção dos nutrientes, vitaminas, sais minerais e água.

O glúten é encontrado em alimentos como trigo, aveia, cevada, centeio e malte, que entram na composição de massas, pães, biscoitos, bolos, tortas, pizzas, molhos, temperos e até de bebidas, como as cervejas. Para os celíacos, a ingestão do glúten é prejudicial à saúde e pode causar alergias. Os sintomas mais comuns são diarreia crônica, desnutrição com déficit do crescimento, falta de apetite, distensão abdominal, vômitos, glúteos atrofiados e pernas e braços finos.

O objetivo do evento de hoje foi protestar contra a escassez de alimentos sem glúten no mercado. "As indústrias ainda não acreditam no potencial do consumidor e é muito restrito [o número de] alimentos [sem glúten] fabricados no Brasil. Muitos são importados, caros e não dá para o celíaco comprar", afirmou Péricles Marques, presidente da Associação dos Celíacos do Brasil (Acelbra) em São Paulo.

A Acelbra estima que há cerca de 300 mil celíacos no País, mas não há números oficiais sobre isso. Um estudo realizado recentemente pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) com doadores de sangue indicou que existe em São Paulo um celíaco em cada grupo de 214 moradores da capital. As informações são da Agência Brasil.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h14

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host