UOL Notícias Notícias
 
25/05/2010 - 06h13 / Atualizada 25/05/2010 - 07h44

Grevistas prometem fechar prédio da reitoria da USP

São Paulo - Em greve desde o dia 04 de maio, os funcionários da Universidade de São Paulo (USP) prometem, a partir das 5h30 desta terça-feira, 25, bloquear a entrada do prédio da reitoria, impedindo o acesso também do reitor João Grandino Rodas.

 

A categoria, representada pelo Sindicato dos Funcionários da USP (Sintusp) reivindica aumento salarial de 16%, mais R$ 200, e a volta da isonomia salarial entre professores e os demais funcionários.

 

A contraproposta de 6,57% do Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp) não foi aceita pelos funcionários da USP. Na quarta-feira, 26, segundo o Sintusp, os grevistas irão lotar 12 ônibus, que sairão de São Paulo, para participar de um ato unificado entre as três universidades em greve na Unicamp, onde fica a sede da presidência do Cruesp.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host