UOL Notícias Notícias
 
27/05/2010 - 17h36 / Atualizada 27/05/2010 - 17h56

Puxada por Vale, Bovespa fecha em alta de 3,16%

São Paulo - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) acompanhou hoje o bom humor externo e subiu mais de 3%, saltando de uma só vez dos 60 mil para os 62 mil pontos. As ações da Vale puxaram o desempenho da Bolsa, embora as altas tenham sido generalizadas: apenas dez ações fecharam em queda.

Ao fim do pregão, o índice Bovespa (Ibovespa) registrou alta de 3,16%, para 62.091,77 pontos. Na pontuação mínima do dia, o indicador atingiu 60.189 pontos (estável) e, na máxima, 62.262 pontos (alta de 3,44%). Com o resultado de hoje, as perdas acumuladas em maio recuaram para 8,05%. Em 2010, a Bovespa acumula queda de 9,47%. O giro financeiro do dia totalizou R$ 6,653 bilhões. Os dados são preliminares.

Hoje, o desmentido da China sobre o destino de suas reservas em euro, o corte no orçamentário da Espanha e os preços atrativos das ações levaram os investidores às compras. O dia já amanheceu no Ocidente com a informação de que a China desmentiu a informação de que estaria revendo suas posições em bônus de países europeus.

Segundo o órgão regulador de câmbio da China, a Europa seguirá como um dos principais mercados para investimento das reservas internacionais. Mais cedo, o parlamento Espanhol anunciou um corte de mais 15 bilhões de euros (US$ 18,4 bilhões) no orçamento deste ano e do próximo. Como resultado, o euro subiu e impulsionou as commodities (matérias-primas), favorecendo as ações de empresas ligadas a elas.

No Brasil, as ações ordinárias da Vale avançaram 6,31%, enquanto as preferenciais subiram 6,29%. Os papéis ordinários da Petrobras subiram 3,19% e os preferenciais avançaram 2,81%.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h20

    0,25
    3,137
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h22

    -0,69
    75.479,85
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host