UOL Notícias Notícias
 
31/05/2010 - 07h15 / Atualizada 31/05/2010 - 07h36

Tóquio sobe 0,1% com laboratórios farmacêuticos

Tóquio - A Bolsa de Tóquio obteve um ganho modesto no pregão desta segunda-feira, graças à procura por pechinchas que sustentou as ações de Takeda Pharmaceutical, Astellas Pharma e de outros laboratórios farmacêuticos e que acabou se sobrepondo às preocupações com a queda das bolsas de Nova York na sexta-feira e com o rebaixamento dos ratings de crédito da Espanha. O índice Nikkei 225 subiu 5,72 pontos, ou 0,1%, e fechou aos 9.768,70 pontos.

Maio deve ser disparado o pior mês do ano para o Nikkei, já que o índice perdeu quase 12% no período, em grande parte por causa do temor de que os problemas com a dívida da zona do euro paralisem o sistema financeiro mundial. No mês, o euro se desvalorizou 10% em relação ao iene, enquanto o dólar caiu cerca de 2,5% diante da moeda japonesa.

Os analistas de mercado afirmam, porém, que os investidores podem começar a escolher ações baratas, uma vez que a Bolsa de Tóquio está tecnicamente sobrevendida. Eles também apontam alguns indicadores econômicos, como a produção industrial, que mostra sinais de recuperação.

"É improvável que os problemas com a dívida da Europa sejam resolvidos agora, mas as compras de ocasião podem elevar o Nikkei para até 10.500 pontos no mês que vem", disse Kenji Shiomura, estrategista da Daiwa Securities. Ele acrescentou que depois do corte no rating da dívida da Espanha, de AAA para AA+, efetuado pela agência de classificação de risco Fitch, rebaixamentos semelhantes podem acontecer para outros países europeus, mas que o mercado está em grande parte imune a esse fator negativo. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host