UOL Notícias Notícias
 
01/06/2010 - 17h11 / Atualizada 01/06/2010 - 17h15

Dólar comercial fecha em alta de 1,04%, a R$ 1,839

São Paulo - O dólar comercial fechou o dia em alta de 1,04%, cotado a R$ 1,839 no mercado interbancário de câmbio. Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), o dólar à vista fechou em alta de 0,62%, a R$ 1,8292. Em maio, o dólar comercial acumulou aumento de 4,78% em relação ao real.

Hoje, os indicadores positivos vindos dos Estados Unidos, que reverteram o mau humor do mercado pela manhã, não foram suficientes para conter a aversão ao risco. Os dados negativos da China e da Europa, além das quedas das ações da British Petroleum no exterior, pesaram sobre os negócios.

No Brasil, a aceleração da alta do dólar nos minutos finais do pregão foi "mais um movimento técnico de final de dia do que algo apoiado em fundamentos", disse José Carlos Amado, operador de câmbio da Renascença Corretora. Segundo ele, o mercado doméstico acompanhou a piora lá fora, mas não no mesmo patamar. "Ninguém mais quer sair comprando dólar por comprar", salientou.

"Em termos de liquidez o mercado está fraco, mas a volatilidade está forte", resumiu Bruno Lima, consultor em gerenciamento de risco da FCStone do Brasil. Segundo ele, a liquidez, após os feriados de ontem nos Estados Unidos e no Reino Unido, continua fraca. No Brasil, a semana será interrompida por um feriado na quinta-feira (Corpus Christi).

Na China, dois indicadores econômicos mais fracos mostraram a redução do vigor da atividade do gigante asiático. Na Europa, além de indicadores ruins, como a taxa de desemprego em abril - a maior em 12 anos -, pesou sobre o euro a informação dada pelo Banco Central Europeu (BCE) de que os bancos da zona do euro enfrentarão baixas contábeis de 195 bilhões de euros em 2010 e 2011.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host