UOL Notícias Notícias
 
09/06/2010 - 06h46 / Atualizada 09/06/2010 - 07h07

Bolsa de Tóquio cai 1%, puxada por montadoras

Tóquio - A Bolsa de Tóquio encerrou em queda, com o índice Nikkei 225 na menor pontuação de fechamento do ano, puxado pelas perdas com ações da Honda, da Nissan e de outras montadoras. O temor de elevação dos custos trabalhistas provocou forte baixa nos papéis dessas empresas e fez o Nikkei 225 recuar 98,81 pontos, ou 1%, fechando aos 9.439,13 pontos, a nova mínima de fechamento do ano.

O mercado abriu em queda e permaneceu bem abaixo da linha d´água por todo o pregão, a despeito do aumento mensal de 4% no núcleo das encomendas de maquinário em abril, acima da mediana das estimativas dos economistas consultados pela Dow Jones, que apontava para uma expansão de 1,7%.

As recentes greves nas fábricas chinesas de autopeças da Honda exacerbaram o temor de um aumento dos custos trabalhistas no maior mercado automobilístico do mundo. "Isso mostra que fazer negócios na China requer mais do que vender todos os carros que elas (as montadoras japonesas) podem produzir lá", disse o estrategista de uma corretora japonesa.

Ele observou que as greves por maiores salários levantam preocupações tanto em relação ao aumento dos custos de produção quanto à diminuição das margens de lucro. O governo chinês prometeu manter a inflação sob controle, o que dificulta o reajuste dos preços dos produtos. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host