UOL Notícias Notícias
 
09/06/2010 - 14h28 / Atualizada 09/06/2010 - 14h46

Bolsas europeias fecham em alta após 3 sessões

Londres - As principais Bolsas europeias fecharam o dia em alta, próximas das pontuações máximas, após três sessões seguidas de queda. Os índices foram beneficiados pelo bom desempenho das ações nos Estados Unidos e por comentários otimistas do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Ben Bernanke. Um relatório segundo o qual as exportações chinesas cresceram mais que o esperado em maio também contribuiu para o movimento.

Ao fim da sessão, o índice pan-europeu Stoxx 600 registrava alta de 1,89%, aos 244,60 pontos, revertendo parcialmente as perdas acumuladas de 3,6% dos últimos três pregões. O índice Dax, da Bolsa de Frankfurt, avançou 1,98%, para 5.984,75 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 subiu 1,96%, para 3.446,77 pontos. Já na Bolsa de Londres o índice FTSE-100 teve alta de 1,15% e terminou o pregão aos 5.085,86 pontos. O índice londrino foi afetado pelo mau desempenho da ações da British Petroleum (BP), que hoje caíram 4,24% e acumulam no trimestre perdas superiores a 35%. Em Madri, o índice Ibex-35 subiu 2,29%, para fechar em 8.868,70 pontos.

O setor financeiro e o de mineração tiveram bons ganhos hoje, com destaque para as altas apresentadas pelas ações da Kazakhmys (4,44%) e do Société Générale (4,65%). As montadoras também apresentaram bom desempenho. As ações da Daimler subiram 4,22%. Já os papéis da EADS avançaram 6,17%, após o diretor financeiro da companhia ter afirmado que a perspectiva de receita para o atual ano fiscal será revisada para cima, quando a gigante aeroespacial anunciar seus resultados financeiros para o segundo trimestre, em 30 de julho.

Hoje, analistas do Société Générale estimaram que há 50% de chances de a British Petroleum não pagar a seus acionistas os dividendos do segundo trimestre, por causa do vazamento de petróleo no Golfo do México, iniciado em abril. Na China, dados divulgados pelo governo mostraram que as exportações do país aumentaram 50% no mês de maio. "Isto indica que a demanda global continua robusta", avaliou Stephen Taylor, estrategista da Dolmen Stockbrokers.

As ações da varejista espanhola Inditex também apresentaram ganhos notáveis. Os papéis da companhia avançaram 7,54%, depois da divulgação de bons dados sobre receita e vendas do primeiro trimestre deste ano. Já os papéis do Banco Santander avançaram 3,86%, após a instituição ter anunciado que pagaria US$ 2,5 bilhões pela fatia de 24,9% do Bank of America no Grupo Financiero Santander, também conhecido como Banco Santander México. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,22
    3,142
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,67
    70.477,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host