UOL Notícias Notícias
 
10/06/2010 - 15h23 / Atualizada 10/06/2010 - 15h34

Bolsa de NY sobe forte com BCE e indicadores

Nova York - O mercado norte-americano de ações opera em alta forte, com o índice Dow Jones acima dos 10 mil pontos, reagindo a declarações do Banco Central Europeu (BCE) e a indicadores fortes dos EUA e da China. O dólar recuou diante do euro depois de o BCE elevar sua previsão para o crescimento das economias da zona do euro para este ano, o que alimentou o apetite dos investidores por ações de maior risco, como as de pequena capitalização e as do setor de energia; as ações dos setores industrial e de matérias-primas, sensíveis a expectativas de crescimento econômico, também estão em alta.

Participantes do mercado disseram que estão se ajustando à onda constante de notícias ruins provenientes da Europa. "Quando começa a chover, tudo parece úmido e frio, mas depois de algum tempo a gente já não presta atenção a isso", comentou Patrick Becker Jr., da Becker Capital Management.

Tanto o BCE como Banco da Inglaterra mantiveram suas taxas básicas de juro nesta quinta-feira. Entre as commodities, o petróleo está em alta pelo terceiro dia consecutivo, com os contratos para julho negociados na Nymex (New York Mercantile Exchange) acima dos US$ 75 por barril, o que beneficia as ações do setor. Mas alguns participantes do mercado advertiram que os preços do petróleo podem perder impulso logo, à medida que se aproximam dos US$ 80.

"Não vejo as pessoas querendo manter petróleo além dos US$ 78. Tivemos algum alívio hoje, na ausência de más notícias da Europa, mas os problemas maiores não devem ir embora", disse Tom Bentz, da BNP Paribas Commodity Futures.

Por volta das 15h10, as ações da Anadarko Petroleum subiam 8,04%, as da Baker Hughes avançavam 8,68% e os ADRs da BP estavam em alta de 7,26%. Entre as componentes do Dow, os destaques são Caterpillar (+4,14% há pouco), Chevron (+3,42%), American Express (+3,31%). No setor financeiro, as ações do Goldman Sachs caíam 2,82%, devido à intensificação das investigações sobre os procedimentos do banco antes e durante a crise financeira de 2008/09.

Às 15h20 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 2,01% para 10.097 pontos, o Nasdaq avançava 1,84% para 2.198 pontos e o S&P-500 ganhava 2,12% para 1.078 pontos. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h10

    -0,53
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h19

    0,62
    63.621,57
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host