UOL Notícias Notícias
 
10/06/2010 - 07h38 / Atualizada 10/06/2010 - 07h43

Bolsas da Ásia fecham sem sinal definido; Xangai -0,8%

Tóquio - Os investidores andaram de lado nesta quinta-feira na maioria dos mercados asiáticos. Com isso, as bolsas fecharam sem tendência definida.

A Bolsa de Hong Kong apresentou ligeira alta, com os investidores mostrando cautela, à espera dos dados sobre a inflação da China, a serem divulgados amanhã. O índice Hang Seng subiu 11,46 pontos, ou 0,1%, e terminou aos 19.632,70 pontos.

Já a Bolsa de Xangai, na China, fechou em queda, liderada pelas ações de bancos e imobiliárias - o 12º aumento mensal seguido do preço dos imóveis elevou as preocupações de que Pequim não irá relaxar as medidas de aperto sobre o setor. O índice Xangai Composto caiu 0,8% e encerrou aos 2.562,58 pontos. Por sua vez, o índice Shenzhen Composto ganhou 0,2% e terminou aos 1.069,20 pontos.

O yuan se desvalorizou em relação ao dólar por conta da demanda das empresas em relação à moeda norte-americanas, apesar dos fortes números das exportações. No mercado de balcão, o dólar fechou aos 6,8308 yuans, de 6,8281 yuans do fechamento de quarta-feira.

Após quatro sessões consecutivas de baixa, a Bolsa de Taipé, em Taiwan, teve forte alta, em virtude da presença de investidores em busca de ofertas de ocasião. O índice Taiwan Weighted subiu 1,6% e fechou aos 7.181,77 pontos.

Na Coreia do Sul, compras programadas sustentaram a alta da Bolsa de Seul, como resultado do vencimento simultâneo dos contratos de opções e de futuros do mês de junho. O índice Kospi avançou 0,3% e fechou aos 1.651,70 pontos.

A Bolsa de Sydney, na Austrália, atingiu seu maior nível de fechamento da semana graças aos dados do mercado de trabalho local, que saíram mais fortes do que o esperado, e ao crescimento das exportações chinesas. O índice S&P/ASX 200 ganhou 1,1% e fechou aos 4.435,3 pontos.

O índice PSE da Bolsa de Manila, nas Filipinas, recuou 1% e terminou aos 3.224,49 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve forte alta, ajudada pelo mercado futuro americano, embora o baixo volume de negociações sugira que os investidores permanecem cautelosos às vésperas da Copa do Mundo de Futebol. O índice Straits Times subiu 1,2% e fechou aos 2.779,58 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta recuou 0,5% e fechou aos 2.770,87 pontos, liderado por realizações de lucros em papéis de bancos e telecomunicações depois de recente rali, num movimento de correções após ganhos.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, avançou 0,5% e fechou aos 768,16 pontos, em dia de negociações moderadas, com os investidores preocupados com a crise de dívidas na Europa.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, subiu 0,1% e fechou aos 1.291,31 pontos, em um dia de negociações apertadas devido à falta de fatores de estimulo. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,45
    3,141
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,39
    64.684,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host