UOL Notícias Notícias
 
11/06/2010 - 18h51 / Atualizada 11/06/2010 - 19h07

Bolsas de Nova York fecham o dia em alta

Nova York - O mercado norte-americano de ações fechou o dia em alta, com o índice Dow Jones registrando sua primeira semana de ganhos após três semanas seguidas de perdas. Hoje, os investidores foram encorajados pelo índice de sentimento do consumidor da Universidade de Michigan, que superou as previsões. Os números influenciaram mais os negócios que os dados de vendas no varejo em maio, que ficaram abaixo das expectativas. A ausência de notícias negativas na Europa também contribuiu para o movimento.

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,38%, aos 10.211,07 pontos. O Nasdaq avançou 1,12%, para 2.243,60 pontos, enquanto o S&P 500 fechou em alta de 0,44%, aos 1.091,60 pontos. O Nyse Composite fechou em alta de 0,46%, aos 6.814,76 pontos. O volume negociado na Nyse ficou em 1,042 bilhão de ações, ante 1,337 bilhão de ontem. Na Nasdaq, o volume ficou em 1,780 bilhão de ações negociadas, de 20,91 bilhões ontem. Na semana, o Dow acumulou alta de 2,81%, o Nasdaq avançou 1,10% e o S&P 500 registrou ganho de 2,51%. A alta do Dow Jones foi a maior em uma semana desde fevereiro. No caso do S&P 500, esta foi a melhor semana desde março.

"O que me impressionou ao longo do dia é como o mercado reagiu em face do que foram números bastante ruins de gastos do consumidor. Um número não faz uma tendência, mas, ao mesmo tempo, o indicador foi realmente decepcionante. O fato de o mercado ter passado a subir mais tarde sugere que ele pode estar no processo de estabelecer um patamar", comentou Bruce McCain, estrategista-chefe do Key Private Bank.

As ações do setor de tecnologia subiram, depois que a National Semiconductor divulgou seu informe de resultados do trimestre de março a maio. As ações da empresa subiram 5,03%, enquanto as da Microsoft avançaram 2,68%. Entre os componentes do Dow Jones, as ações da Pfizer foram as que tiveram o melhor desempenho, com alta de 3,69%, em reação a informes de sucesso nos testes de um medicamento experimental contra arritmia cardíaca. As ações da Bristol-Myers Squibb, que participa do mesmo projeto, avançaram 1,79%.

Entre os destaques do dia também estava International Paper, com alta de 5,56%, após elevação de recomendação por analistas. No setor de petróleo, os ADRs (recibos de ações negociados nos EUA) da British Petroleum (BP) subiram 3,36%, após os analistas do Goldman Sachs dizerem a clientes que "as ações da BP agora têm tanto potencial de alta como o resto do setor de petróleo europeu". As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h39

    -0,18
    3,162
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h41

    -0,71
    65.201,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host