! Dólar sobe 0,44% no dia e fecha semana a R$ 1,816 - 11/06/2010 - Agência Estado
UOL Notícias Notícias
 
11/06/2010 - 17h04 / Atualizada 11/06/2010 - 18h09

Dólar sobe 0,44% no dia e fecha semana a R$ 1,816

São Paulo - O indicador de vendas no varejo dos Estados Unidos causou surpresa e estresse no mercado nesta sexta-feira, levando os investidores a recolherem o entusiasmo pelo risco visto nos últimos três pregões em prol da busca pela segurança do dólar antes do final de semana. A alta da inflação na China, acendendo o sinal amarelo de que novas medidas de contenção do crescimento venham do gigante asiático, contribuiu para a cautela.

Depois de acumular queda de 3,77% nas três últimas sessões, o dólar comercial avançou 0,44% hoje, para R$ 1,816, fechando na taxa máxima do dia (a mínima foi R$ 1,805). Na BM&F, o dólar à vista também subiu 0,44% para R$ 1,816. Na semana, a moeda perdeu 2,26% do seu valor, mas em 2010 ainda registra alta de 4,19%. O Banco Central interveio com leilão de compra à tarde, no qual a taxa de corte das propostas foi de R$ 1,8139.

O euro comercial ganhou 0,27% e fechou a R$ 2,195, mas acumula baixa de 2,01% no mês. No segmento de câmbio turismo, o euro registrou alta de 0,43% e foi negociado em média a R$ 2,317 (venda) e R$ 2,213 (compra). O dólar turismo subiu 0,16% para R$ 1,92 (venda) e R$ 1,827 (compra).

As vendas no varejo dos Estados Unidos tiveram, em maio, a primeira queda desde setembro de 2009, um sinal de que o poder de compra do consumidor americano talvez esteja mais fraco do que se imaginava, segundo um analista. Enquanto a expectativa dos economistas era de alta de 0,2%, as vendas caíram 1,2% no mês passado, levantando dúvidas sobre a sustentabilidade da recuperação econômica global.

Na China, onde os dados econômicos divulgados esta semana mostraram a continuidade do crescimento pujante, o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) rompeu em maio o nível dos 3%, meta do governo para o ano, pela primeira vez neste ano. O índice aumentou 3,1% no mês passado em relação ao mesmo período de 2009, acelerando em relação aos 2,8% de abril, de acordo com dados divulgados pelo governo chinês nesta sexta-feira.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host