UOL Notícias Notícias
 
16/06/2010 - 14h45 / Atualizada 16/06/2010 - 14h54

Bolsas europeias fecham o dia em alta

Londres - Os principais índices de ações da Europa voltaram a fechar em alta hoje, em um dia marcado por sessões apáticas. As bolsas foram beneficiadas pelo bom desempenho do setor de seguros e da indústria farmacêutica. No entanto, preocupações com a situação da Espanha e os dados ruins sobre o setor de construção nos Estados Unidos foram motivos para a falta de estímulo.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de apenas 0,07%, aos 254,47 pontos. Na Bolsa de Frankfurt, o índice Dax subiu 0,26%, para 6.190,91 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 avançou 0,39% e encerrou a sessão aos 3.675,93 pontos. Na Bolsa de Londres, o índice FTSE-100 terminou o pregão em alta de 0,39%, aos 5.237,92 pontos. A Bolsa de Madri, no entanto, recuou 0,60%, para 9.683 pontos.

"Você sente que há muitos investidores que simplesmente estão sentados à margem do mercado. Eles estão assistindo à Copa do Mundo ou preocupados com a forma como os mercados financeiros vão se comportar pelo resto do mês?", questiona Joshua Raymond, da City Index. Acredita-se que muitos investidores estejam esperando para ver se os recentes ganhos continuarão antes de tomarem suas posições. "Eu acho que tem havido um pouco de alívio quanto aos temores com a dívida soberana europeia, apesar de não acreditar que o problema já tenha passado", opinou Bernard McAlinden, estrategista da NCB Stockbrokers.

Hoje, surgiram novos sinais de que os governos da Europa trabalham na redução de seus déficits. A França apresentou um plano para elevar de 60 para 62 anos a idade de aposentadoria no país. Ao mesmo tempo, vieram à tona notícias de que o diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, se reunirá na sexta-feira com o primeiro-ministro da Espanha, José Luis Rodríguez Zapatero, para falar sobre economia. Um porta-voz do FMI desmentiu rumores de que um pacote de ajuda à Espanha esteja em cogitação.

Entre as empresas, as ações da Nokia caíram 8,96%, após a companhia ter cortado suas projeções de margem de lucro e de vendas para o segundo trimestre. Os ganhos das seguradoras e das farmacêuticas ajudaram estes mercados a fecharem no azul. As ações da Axa subiram 1,97% e as da Roche avançaram 1,21%. Outro setor a apresentar avanços notáveis foi o de gás e petróleo. Os papéis da Royal Dutch Shell apresentaram alta 1,72% e os da Total subiram 1,20%. Já as ações da British Petroleum (BP), que continua tendo dificuldades para conter um extenso derramamento de óleo iniciado em abril no Golfo do México, caíram 1,46%. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h29

    0,74
    3,281
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h36

    -1,89
    61.458,10
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host