UOL Notícias Notícias
 
16/06/2010 - 17h05 / Atualizada 16/06/2010 - 17h08

Dólar comercial fecha em baixa de 0,17%, a R$ 1,79

São Paulo - O dólar comercial fechou o dia em baixa de 0,17%, cotado a R$ 1,79 no mercado interbancário de câmbio. Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), o dólar à vista encerrou a sessão em baixa de 0,16%, a R$ 1,7872. No mês, o dólar comercial acumula queda de 1,65% e, no ano, alta de 2,70%. Hoje, o otimismo em relação à recuperação global conseguiu superar a cautela que se instalou no início do dia, quando rumores sobre a Espanha e os dados negativos sobre obras residenciais nos EUA acenderam a luz amarela no mercado.

Nos EUA, o número de obras residenciais iniciadas caiu 10% em maio, na comparação com abril, depois do fim do programa de crédito fiscal para compradores de imóveis. As permissões para novas obras também diminuíram 5,9%, para o menor patamar em um ano. Os dados foram piores que as estimativas dos analistas, que esperavam queda de 5,2% no número de obras iniciadas e de alta de 3,3% nas permissões.

No entanto, a produção industrial nos EUA subiu 1,2% em maio, pelo terceiro mês consecutivo. A alta superou levemente a previsão dos economistas, de elevação de 1%. Uma expansão generalizada entre as indústrias ajudou a acelerar a produção do setor de manufatura, que cresceu 0,9%. Na Europa, os rumores sobre um pedido de ajuda da Espanha ao Fundo Monetário Internacional (FMI) foram negados tanto pelo país quanto pelo fundo.

A acomodação dos investidores em relação ao noticiário internacional "abriu espaço para o mercado avançar" e iniciar "um bom rali de valorização do real", afirmou Felipe Brandão, da Icap Brasil. Ele destacou que o fluxo de capital estrangeiro tem voltado à Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e as perspectivas são boas para a entrada de recursos estrangeiros com a oferta de ações do Banco do Brasil (BB) e a capitalização da Petrobras.

Em junho, até o dia 11, o fluxo cambial está negativo em US$ 1,776 bilhão, saldo puxado pela conta financeira, cujo fluxo foi negativo em US$ 978 milhões. O Banco Central também informou hoje que as compras diárias de dólares retiraram US$ 1,047 bilhão do mercado neste mês.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h09

    -0,57
    3,264
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h12

    1,13
    63.941,09
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host