UOL Notícias Notícias
 
16/06/2010 - 15h10 / Atualizada 16/06/2010 - 15h15

Petróleo sobe a US$ 77,82 o barril em NY

Nova York - Os preços dos contratos futuros do petróleo registram alta nesta tarde, revertendo o movimento de queda observado mais cedo. Dados do governo dos Estados Unidos sinalizaram hoje um aumento na demanda por gasolina do país, o que contribuiu para o movimento. Às 14h56 (horário de Brasília), o contrato futuro de petróleo com vencimento em julho subia 1,14%, para US$ 77,82 o barril, na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês). Na plataforma ICE de Londres, o contrato futuro do petróleo tipo Brent com vencimento em agosto subia 1,61%, para US$ 78,34 o barril.

Mais cedo, o Departamento de Energia dos EUA (DOE, na sigla em inglês) divulgou um declínio de 636 mil barris nos estoques norte-americanos de gasolina na semana encerrada em 11 de junho, para 218,34 milhões de barris. Este é o menor nível desde dezembro. Analistas esperavam que os estoques do combustível permanecessem estáveis.

A demanda por gasolina, por sua vez, cresceu 144 mil barris por dia na semana passada, para 9,338 milhões de barris por dia - o maior nível desde 28 de agosto de 2009. Às 14h57 (de Brasília), o contrato da gasolina reformulada (RBOB) com vencimento em julho avançava 1,56%, para US$ 2,1547 por galão. "Acho que, de forma geral, a demanda por derivados tem sido bastante robusta", disse Amrita Sen, analista do Barclays Capital em Londres. "Estamos vendo uma recuperação na demanda norte-americana."

Os estoques de petróleo dos EUA, no entanto, subiram 1,69 milhão de barris na semana encerrada em 11 de junho, de acordo com o DOE, contrariando a previsão de queda de 1,3 milhão de barris, enquanto os estoques de destilados cresceram 1,798 milhão de barris, subindo mais que o dobro do previsto. A taxa de utilização das refinarias caiu 1,2 ponto porcentual, para 87,9%.

"Nesta semana tivemos um declínio bem grande (no uso das refinarias), mas o mercado está deixando isso em segundo plano, argumentando que isso não continuará", disse Rick Mueller, diretor de mercado de petróleo da Energy Security Analysis. "Se você observar os números de demanda, o mercado está mais forte." As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h19

    0,80
    3,153
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h28

    -1,00
    74.633,06
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host