UOL Notícias Notícias
 
17/06/2010 - 07h42 / Atualizada 16/08/2010 - 23h55

Sindicato fecha portaria principal da USP

São Paulo - O Sindicato dos Trabalhadores da Universidade de São Paulo (Sintusp) fechou, por volta das 6h30, com cadeados e correntes, o portão principal da universidade na zona oeste da Capital. Cerca de 30 manifestantes estavam junto ao portão 1 às 6h45.

Segundo o presidente do Sintusp, Magno de Carvalho, o ato é um protesto que visa a reabertura das negociações entre o sindicato e a reitoria e o pagamento dos dias parados. Além dos mil funcionários de São Paulo que já tiveram os salários cortados, outros 600, de Ribeirão Preto, também não vêm recebendo.

A categoria, que exige aumento salarial de 16%, mais R$ 200, e a volta da isonomia salarial entre professores e os demais funcionários, entrou no 43º dia de greve. A paralisação teve início dia 5 de maio.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host