UOL Notícias Notícias
 
22/06/2010 - 13h50 / Atualizada 22/06/2010 - 14h07

Governador do Alagoas pede doações para vítimas

São Paulo - O governador do Alagoas, Teotônio Vilela Filho, solicitou hoje, durante entrevista à rádio "O Jornal AM 710", o apoio da sociedade e pediu urgência das ações do governo para reduzir os estragos causados pelas enchentes que atingiram 21 municípios alagoanos nos últimos dias.

Vilela defendeu a centralização e a organização das ações, priorizando o atendimento aos desabrigados e desalojados. "A prioridade é salvar vidas, depois conseguir água e, por fim, buscar a solidariedade de governadores (de outros Estados)", explicou.

Por conta da gravidade da situação dos municípios afetados, Vilela espera o apoio da sociedade para arrecadação de donativos para as mais de 68 mil pessoas atingidas. "É importante que as pessoas saibam que estamos diante de uma calamidade. São entre 10 e 15 mil casas no chão", afirmou. Ele também voltou a pedir o apoio dos veículos de comunicação para divulgação das necessidades de donativos como água potável, colchões, roupas e abrigos.

União dos Palmares

Em União dos Palmares, uma das cidades mais afetadas pelas enchentes, cerca de 80 pessoas continuavam desaparecidas no fim da manhã de hoje, segundo o prefeito Areski Freitas. Doze pessoas morreram na cidade por causa dos temporais e cerca de 10 mil estão alojadas nas 20 escolas da cidade e no ginásio de esportes local.

Funcionários da prefeitura aproveitavam a chuva fraca de hoje para desobstruir as ruas e fazer a limpeza da cidade. Freitas pede doações para as vítimas, principalmente roupas e alimentos. "A Defesa Civil ficou de mandar alimentos e agasalhos hoje mas ainda não chegou nada. Os moradores estão ficando sem ter o que comer ou beber", explica.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host