UOL Notícias Notícias
 
24/06/2010 - 18h55 / Atualizada 24/06/2010 - 19h16

Atendimento em hospital no Rio é suspenso até segunda

Rio - O atendimento ambulatorial do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), está suspenso até segunda-feira. Técnicos da Defesa Civil e de uma empresa de engenharia decidiram hoje estender as obras no reforço nos pilares de sustentação do anexo do hospital, que sofreu um abalo na madrugada do dia 21, até o terceiro andar. A instituição faz, em média, 35 cirurgias e 1.500 atendimentos diários.

Toda a ala B, que fica colada à área afetada, teve de ser esvaziada. Enfermarias, salas de cirurgia, o CTI cardíaco, laboratórios e a copa estão desativados. Setenta e nove pacientes foram removidos para outros setores. "Tudo isso desestruturou nosso funcionamento. Estamos tentando reorganizar o fluxo interno para poder voltar a receber os pacientes do ambulatório", afirmou Lucila Perrotta, diretora da Divisão Médica do hospital.

Na madrugada de segunda-feira, um estrondo seguido de tremor acordou pacientes e funcionários. A Defesa Civil foi chamada e constatou que quatro das oito colunas de sustentação de uma área desativada do hospital haviam sido afetadas - duas perderam a função e duas envergaram diante o excesso de peso.

O hospital foi construído nos anos de 1950, durante o governo Getúlio Vargas, mas apenas metade do prédio foi concluída e inaugurada em 1978. O espaço restante nunca foi ocupado. Houve muita discussão sobre se o ideal seria demolir a área que ficou conhecida como "perna seca" ou recuperá-la.

"Ficou aparentemente claro que essa parte do prédio não pode ser preservada. O prédio foi construído com juntas de dilatação, e pode ser demolido. O reforço na estrutura garante que não há risco de ruir e a prefeitura está analisando a questão da derrubada da área não ocupada", afirmou Lucila.

Hoje pela manhã, o hospital voltou a ser esvaziado, depois de um boato de que o prédio havia voltado a tremer. A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros fizeram nova vistoria, mas não constataram evidência de que a estrutura havia voltado a ser afetada.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host