UOL Notícias Notícias
 
25/06/2010 - 09h56 / Atualizada 25/06/2010 - 10h18

Dólar comercial abre em baixa de 0,61%, a R$ 1,778

São Paulo - O dólar comercial abriu em baixa de 0,61%, negociado a R$ 1,778 no mercado interbancário de câmbio. No pregão de ontem, a moeda norte-americana fechou em queda de 0,11%, cotada a R$ 1,789. Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), o dólar com liquidação à vista abriu as negociações em queda de 0,45%, a R$ 1,78.

A decepção com o adiamento da capitalização da Petrobras deu espaço às especulações sobre o fluxo de recursos oriundos da oferta de ações do Banco do Brasil (BB). Porém, o último jogo da seleção brasileira pela primeira fase da Copa do Mundo, na África do Sul, contra Portugal, às 11 horas, tende a esvaziar a sessão, pelo menos durante a manhã.

Analistas atribuíram o fôlego de alta de ontem do real ante o dólar a um forte fluxo de entrada, de origem ainda não confirmada. Operadores, porém, acreditam que os recursos são destinados à oferta de ações do BB, uma vez que o volume parecia ter sido grande - a operação do banco público poderá totalizar cerca de R$ 10 bilhões.

O prazo para a reserva de ações da oferta primária do BB para quem tinha papéis da instituição terminou ontem. Já a oferta secundária, de livre acesso aos não acionistas, vai até o dia 29 de junho. O preço das ações na oferta será definido no dia 30. Além do ingresso esperado relativo à operação com do BB, os bancos Cruzeiro do Sul, ABC e Votorantim, segundo comentários das mesas, estariam iniciando os preparativos para realizar captações externas, reforçando a perspectiva de ingresso de capital externo.

Com isso, dependendo do fluxo esperado para o Brasil, o dólar tende a se manter em leve baixa ante o real, sempre de olho no sinal que prevalecer no exterior. No fim de semana, acontece o encontro dos líderes do G-20 (grupo das 20 maiores economias do mundo), no Canadá.

Segundo informações do BB, as transações do mercado interbancário eletrônico ficarão abertas hoje para registros das 9 às 10 horas, com confirmação até as 10h30. Depois do jogo do Brasil, que deve terminar às 13 horas, o mercado será reaberto às 14h30 e seguirá até as 17 horas, com confirmação até as 17h30. Já no interbancário eletrônico com câmara de compensação, registros ocorrem até as 10 horas e confirmações, até as 10h30. Entre 10 horas e 14h30, o Sistema de Informações Eletrônicas do Banco Central (Sisbacen) estará disponível apenas para registro. Entre 14h30 e 17 horas, os registros ocorrerão normalmente e as confirmações também poderão ser feitas até as 17h30.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host