UOL Notícias Notícias
 
30/06/2010 - 07h18 / Atualizada 30/06/2010 - 07h42

Bolsas da Ásia seguem em baixa; Xangai cai 1,2%

Tóquio - O desempenho da China voltou a pautar os mercados asiáticos nesta quarta-feira, que fecharam em baixa. Também pesou a forte queda em Wall Street. Não houve negociações nas Filipinas por ser feriado.

A Bolsa de Hong Kong sofreu com as preocupações sobre a retomada econômica chinesa. O índice Hang Seng caiu 119,91 pontos, ou 0,6%, e terminou aos 20.128,99 pontos. No mês, o índice acumulou alta de 1,8%. No segundo trimestre, contudo, a baixa foi de 5,2%.

As Bolsas da China tiveram a sexta sessão seguida de queda, com a pior pontuação em quase 15 meses. Mais uma vez, os investidores mostraram preocupação com as incertezas sobre a recuperação global e às possibilidades de redução do crescimento interno. O índice Xangai Composto baixou 1,2% e encerrou aos 2.398,37 pontos, no menor fechamento desde 9 de abril de 2009. O índice Shenzhen Composto recuou 1,3% e terminou aos 945,29 pontos.

O yuan subiu para nova alta recorde na era moderna ante o dólar por causa de forte demanda por parte de clientes corporativos de bancos, enquanto a demanda do fim do mês diminuiu. A moeda chinesa subiu apesar de o Banco Popular da China elevar levemente a taxa de paridade central dólar-yuan pela terceira sessão consecutiva. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,7814 yuans, de 6,7977 yuans do fechamento de ontem. A taxa de paridade central foi fixada em 6,7909 yuans, de 6,7901 de ontem.

Já a Bolsa de Taipé, em Taiwan, teve baixa acentuada. O índice Taiwan Weighted caiu 1,3% e fechou aos 7.329,37 pontos.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi da Bolsa de Seul recuou 0,6% e fechou aos 1.698,29 pontos. Investidores locais de varejo e a busca de pechinchas evitaram que o mercado fechasse com uma queda mais profunda.

A Bolsa de Sydney, na Austrália, fechou com o índice S&P/ASX 200 apontando queda de 1%, fechando aos 4.301,5 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve leve alta uma vez que os fundos adquiriram papéis para recomposição da carteira antes do fim do semestre, mas o sentimento do mercado permaneceu fraco. O índice Straits Times subiu 0,2% e fechou aos 2.835,51 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 0,7% e fechou aos 2.913,68 pontos, na contramão dos demais mercados regionais, com as ações de bancos ajudando a fechar o índice em alta.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, recuou 0,2% e fechou aos 797,31 pontos, com maior peso nas baixas dos papéis do setor de energia. Mesmo assim, o mercado local teve melhor desempenhos que as demais bolsas regionais em meio a otimismo sobre os resultados do segundo trimestre e a um cenário favorável para o país.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, cedeu 0,4% e fechou aos 1.314,02 pontos, por causa de aversão ao risco e preocupações sobre a economia global, em linha com as demais bolsas regionais. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host