UOL Notícias Notícias
 
30/06/2010 - 11h10 / Atualizada 30/06/2010 - 11h27

Grevista culpa pais por confusão em creche na USP

São Paulo - Diretor do Sindicato dos Trabalhadores da Universidade de São Paulo (Sintusp), Magno Carvalho culpou "alguns pais" pela confusão durante piquete na creche central da Cidade Universitária na manhã de anteontem e reiterou a promessa de fechar hoje o Centro de Computação Eletrônica caso não haja acordo na reunião com a reitoria.

"Os funcionários da creche, alguns em greve e outros não, decidiram parar por um dia para discutir o tema. O comando de greve foi chamado para dar apoio e não supunha que aconteceriam problemas", alegou. Grevistas impediram a entrada de qualquer pessoa e houve bate-boca. Para dar suporte à suposta reunião de 60 servidores, o Sintusp levou um carro de som, que impediu que pais, crianças e professores que não aderiram à greve cantassem em frente à creche.

O reitor João Grandino Rodas afirmou que fará nova proposta na reunião de hoje e que espera alcançar um acordo para acabar com a "escalada de violência" promovida pelos grevistas. "Isso não ajuda a ninguém. Atrapalha até mesmo a causa deles, que fica cada vez mais repulsiva à população", afirmou.

Segundo o reitor, "a sociedade não mais aceita a continuidade desse tipo de violência em detrimento das pessoas, em especial das mais simples". E disse que não se arrepende de ter apostado no diálogo. "Em uma universidade, devemos esgotar absolutamente os meios pacíficos." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host