UOL Notícias Notícias
 
04/07/2010 - 15h30 / Atualizada 04/07/2010 - 15h59

RJ: homem é baleado, e armas de PMs serão periciadas

Rio - A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Seseg) do Rio de Janeiro retificou nota divulgada na manhã de hoje em que afirmava que o tiro que atingiu um morador do Morro do Cantagalo, em Ipanema, zona sul, partiu de policiais militares. Os PMs haviam abordado um grupo de quatro supostos traficantes na madrugada deste domingo e atirado após um suspeito reagir sacando um revólver. Na comunidade, funciona uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

Segundo a nova versão da Seseg, houve troca de tiros entre os PMs e os traficantes, e as armas dos policiais serão periciadas para saber se o disparo que atingiu o morador partiu de uma delas.

Luiz Gonçalves de Araújo, de 34 anos, foi levado ao Hospital Miguel Couto, na Gávea, onde foi submetido a uma cirurgia. O hospital não divulgou informações sobre seu estado de saúde.

De acordo com registro de ocorrência na 12ª DP (Copacabana), Araújo foi baleado por volta das 3h50m. Na mesma hora, policiais prenderam Erick Guilherme de Oliveira Souza, de 29 anos, com 82 papelotes de cocaína e 31 pedras de crack. De acordo com nota da secretaria, ao abordarem Erick, ele sacou um revólver e atirou contra os policiais.

O Morro do Cantagalo foi a terceira comunidade a receber o projeto das UPPs. Segundo a Seseg, a rotina do local permanece "inalterada".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host