UOL Notícias Notícias
 
12/07/2010 - 15h01 / Atualizada 12/07/2010 - 15h16

Bola chega para depor, mas deve ficar calado

São Paulo - O ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, suspeito de matar Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno Fernandes Souza, chegou no início da tarde desta segunda-feira ao Departamento de Investigações de Belo Horizonte, em Minas Gerais, para prestar depoimento. Segundo a Polícia Civil, há suspeitas de que Bola tenha sido orientado por seu advogado a ficar em silêncio durante o interrogatório. Porém, a informação só será confirmada após o depoimento, que ocorre a portas fechadas.

Além de Bola, o delegado pretende ouvir ainda hoje os suspeitos Elenilson Vitor da Silva, Wemerson Marques de Souza e Flávio Caetano de Araujo, que chegaram ao departamento nesta manhã. Os quatro estão detidos no presídio de segurança máxima Nelson Hungria, em Contagem (MG), desde a semana passada.

Eliza desapareceu no início de junho. Um adolescente de 17 anos, primo de Bruno, afirmou à polícia que ela foi morta. O corpo da suposta vítima ainda não foi localizado. A jovem tentava provar na Justiça que o jogador é pai de seu filho de 4 meses.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host