UOL Notícias Notícias
 
13/07/2010 - 14h02

Bolsas europeias avançam com balanços nos EUA

Londres - As principais bolsas europeias fecharam com fortes ganhos, impulsionadas pela divulgação dos resultados financeiros da gigante de alumínio Alcoa que marcou um bom início para a temporada de balanços nos Estados Unidos. Especulações de que as novas regras para o sistema financeiro europeu devem ter dificuldade para avançar também deram suporte ao sentimento do mercado. O índice pan-europeu Stoxx 600 subiu 1,91%, para 255,99 pontos, marcando seu sexto dia consecutivo de alta. "Há rumores de que as regras da Basileia estão sendo discutidas e que provavelmente serão menos restritivas", disse Philippe Gijsels, do BNP Paribas.

O índice FTSE-100, da Bolsa de Londres subiu 2,01%, para 5.271,02 pontos. As ações da British Petroleum (BP) avançaram 2,86%, em meio a expectativas de que a nova tampa de vedação colocada sobre o poço no Golfo do México interromperá o vazamento de óleo. Barclays Bank ganhou 4,22%. Na Bolsa de Frankfurt, o índice DAX, avançou 1,87%, para 6.191,13 pontos, se aproximando de sua mais máxima mais recente no ano, de 6.342 pontos. Segundo operadores, os volumes de negociação foram baixos, mas o mercado ampliou os ganhos após a divulgação dos lucros das maiores companhias norte-americanas. BMW subiu 8,29%, depois de a empresa elevar suas perspectivas para lucro e vendas neste ano. Outras montadoras também apresentaram desempenho positivo: Daimler ganhou 5,39% e a Volkswagen avançou 5,16%. Deutsch Bank registrou alta de 2,82% e o conglomerado industrial ThyssenKrupp subiu 3,46%.

O índice CAC-40, da Bolsa de Paris, subiu 1,96%, para 3.637,76 pontos. O setor automotivo registrou um dos melhores desempenhos do índice, com Renault subindo 4,23% e Peugeot avançando 5,27%. Na Bolsa de Madri, o índice Ibex-35 ganhou 2,00%, para 10.259,50 pontos. O grupo OHL, atua no ramo de construção, concessões e serviços, liderou as melhores performances da sessão, aumentando 4,15%. Telefónica subiu 1,52%, depois de o presidente da empresa, Cesar Alierta, reiterar que o prazo para a Portugal Telecom (PT) aceitar sua oferta pela participação da companhia portuguesa na Vivo termina na sexta-feira.

Na Bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 subiu somente 0,10%, em 7.312,59 pontos, ficando muito atrás do resto dos mercados europeus, depois que a agência de classificação de risco Moody's rebaixou o rating dos títulos do governo de Portugal em duas notas, de Aa2 para A1, com perspectiva estável. Sonae Indústria avançou 2,64%, enquanto que Portugal Telecom caiu 0,96%, Energias de Portugal recuou 0,40% e EDP Renováveis cedeu 0,20%. O índice ASE Composite, da Bolsa da Grécia, subiu 2,6%, para 1.267,48, com as ações do setor bancário ganhando terreno depois que o governo grego vender 1,625 bilhão de euros em títulos do Tesouro grego de 26 semanas, em seu primeiro leilão desde que aceitou um pacote de ajuda em maio. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host