UOL Notícias Notícias
 
16/07/2010 - 15h35

PM entrega seis corpos a hospital após tiroteio no Rio

Rio - De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado do Rio, seis corpos de pessoas adultas foram encaminhados para o Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, no subúrbio do Rio de Janeiro, hoje. Eles foram levados por policiais militares no 9º Batalhão e seriam de supostos traficantes das favelas Lagartixa, Costa Barros e Terra Nostra.

Foi durante um tiroteio entre traficantes dessas favelas e a PM que o menino Wesley Rodrigues de Oliveira, de 11 anos, foi baleado no peito, dentro de sala de aula, de manhã. Ele ainda foi socorrido por professores, mas chegou morto ao mesmo hospital. Ainda não foi identificada a origem do tiro que atingiu o garoto. Mais tarde, policiais militares ainda interromperam uma manifestação de moradores da Favela da Lagartixa. Os cidadãos protestavam pela morte do estudante Wesley.

Em nota, a Polícia Militar informou que o comando do 9º Batalhão determinou que a corregedoria investigue a atuação dos policiais militares envolvidos na operação. Segundo a PM, o batalhão havia recebido informação, pelo Disque Denúncia, de que traficantes se escondiam na favela. Duas pessoas foram presas, oito motos apreendidas, uma metralhadora ponto 30, uma submetralhadora, três pistolas e um revólver calibre 38, além de drogas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host