UOL Notícias Notícias
 
19/07/2010 - 08h01

Bolsas da Ásia têm baixa sob influência dos EUA

Tóquio - As bolsas da Ásia, com exceção da China e Tailândia, fecharam em queda, sob influência da forte baixa nas bolsas de Nova York na sexta-feira e da divulgação de indicadores que mostraram uma possível desaceleração da economia norte-americana. A Bolsa de Tóquio não funcionou devido a um feriado.

Em Hong Kong, a queda da bolsa foi liderada pelas ações do peso pesado HSBC. O índice Hang Seng baixou 0,8% e fechou aos 20.090.95 pontos.

As Bolsas da China conseguiram reverter as perdas e fechar em alta, graças à caça de pechinchas provocada por recentes declarações de autoridades sobre a situação da economia doméstica. O índice Xangai Composto, que segue as ações A e B, subiu 2,1% e fechou aos 2.475,42 pontos. O Shenzhen Composto subiu 2,4% e fechou aos 993,07 pontos.

No mercado de câmbio chinês, o yuan se desvalorizou em relação ao dólar, depois de banco central ter fixado a paridade central num nível mais alto do que o esperado, o que foi interpretado pelos traders como sinal de que o ritmo de apreciação da moeda chinesa vai diminuir. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado a 6,7780 yuans, acima dos 6,7750 yuans do fechamento de sexta-feira. A paridade central foi fixada em 6,7800 yuans por dólar, significativamente mais alta do que os 6,7718 yuans por dólar da quinta-feira.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé encerrou o dia com baixa pela terceira sessão consecutiva, sob influência das perdas acentuadas das bolsas norte-americanas. O índice Taiwan Weighted recuou 0,2% e fechou aos 7.649,83 pontos.

A Bolsa de Seul (Coreia do Sul) também fechou na sua terceira baixa seguida, contaminada pelos resultados ruins de Wall Street. Mas o mercado conseguiu se afastar das perdas anteriores, graças aos caçadores de pechinchas e às notícias potencialmente positivas sobre o mercado corporativo. O índice Kospi perdeu 0,4% e encerrou aos 1.731,95 pontos.

Na Austrália, a Bolsa de Sydney fechou com queda, no índice mais baixo em sete dias. Todos os setores do mercado registraram perdas, com exceção do de cuidados com a saúde. O índice S&P/ASX 200 encerrou em baixa de 1,5%, fechando aos 4.358,3 pontos - após uma mínima de 4.345,2 pontos. Os volumes de negociação foram baixos por causa do feriado no Japão.

A Bolsa de Manila, nas Filipinas, fechou em baixa. O índice PSE recuou 0,5 % e terminou aos 3.424,29 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve baixa, pressionada pelo resultado negativo em Wall Street, embora as perdas tenham sido contidas pelo otimismo dos investidores com as divulgações de lucros a serem feitas. O índice Straits Times caiu 0,4% e fechou aos 2.945,42 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, cedeu 0,6% e fechou aos 2.975,57 pontos, com baixo volume por conta do enfraquecimento da rupia e seguindo as perdas na maioria dos mercados regionais, levando os investidores a realizar lucros.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, marcou quatro sessões de alta consecutiva e subiu 0,4%, fechando aos 830,40 pontos, mas com compras fracas devido ao fato de as bolsas externas não estarem inspiradas, disse um analista.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, recuou 0,3% e fechou aos 1.333,35 pontos, em linha com as demais bolsas regionais e com predominância de realizações de lucros. As informações são da Dow Jones.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h40

    -0,27
    3,268
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h47

    1,51
    62.607,22
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host