UOL Notícias Notícias
 
20/07/2010 - 09h15

Delegado descarta acareação entre vigia e ex de Mércia

São Paulo - O delegado do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), Antônio Olin, que investiga a morte da advogada Mércia Nakashima, descartou a necessidade de acareação entre o ex-namorado da vítima, o advogado e policial militar aposentado Mizael Bispo de Souza, e o vigia Evandro Bezerra Silva, também suspeito. Mércia foi morta após deixar a casa da avó, em Guarulhos, no dia 23 de maio. Seu corpo foi encontrado em uma represa de Nazaré Paulista, no interior de São Paulo. O ex-namorado vai prestar novo depoimento na manhã de hoje.

"Tenho certeza que eles são culpados. O vigia detalhou ontem que os dois passaram por uma viatura da Polícia Militar (PM), em uma estrada de Bonsucesso, que leva à casa de Mizael. Já conferi e a viatura estava mesmo no local descrito, por volta das 22 horas, registrando um acidente entre um carro e uma moto", explica Olin. Souza pode ser indiciado formalmente por homicídio doloso triplamente qualificado e ocultação de cadáver. Segundo o delegado, que fará o interrogatório na sede do DHPP, no centro da capital paulista, o PM não será preso após o depoimento.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host