UOL Notícias Notícias
 
25/07/2010 - 12h46

Sargento que liberou carro de atropelador se apresenta

Rio - A Polícia Militar informou há pouco que o sargento Marcelo Leal de Souza Martins se apresentou por volta das 9 horas de hoje no 23º Batalhão de Polícia Militar (BPM), no Leblon (zona sul) onde trabalha. Ele e o cabo Marcelo Bigon, que se apresentou ontem, são suspeitos de tentar extorquir a família de Rafael Bussamra, que atropelou e matou o filho da atriz Cissa Guimarães, Rafael Mascarenhas, de 18 anos, na madrugada de terça-feira.

O acidente aconteceu no túnel Acústico, na Gávea, que estava fechado para trânsito.

No local, Rafael Mascarenhas andava de skate com dois amigos, quando Rafael Bussamra passou de carro em alta velocidade e o atropelou.

A prisão administrativa dos agentes foi determinada pelo comandante geral da corporação, coronel Mário Sérgio Duarte, na noite de sexta-feira. No mesmo dia, o pai do atropelador, Roberto Bussamra, prestou depoimento na 15ª Delegacia de Polícia e contou que os PMs pediram R$ 10 mil para liberar seu filho. Segundo a PM, eles ficarão presos por um prazo de 72 horas a partir da apresentação. Expirado esse prazo eles vão desempenhar trabalhos internos no batalhão aguardando conclusão do processo administrativo. No entanto, o Comando da Corregedoria Interna da Corporação vai se reunir amanhã com a juíza da Auditoria de Justiça Militar e o Ministério Público para solicitar a prisão preventiva dos PMs.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    1,02
    3,178
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,90
    67.976,80
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host