UOL Notícias Notícias
 
26/07/2010 - 10h18

Bovespa abre o dia perto da estabilidade

São Paulo - Depois de fechar a semana passada com ganhos de mais de 6% e acima do patamar de 66 mil pontos, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu o pregão de hoje em marcha lenta, em linha com o comportamento das bolsas internacionais. A divulgação dos testes de estresse dos bancos europeus ainda provoca incertezas nos negócios. Ao mesmo tempo, a semana reserva uma série de balanços corporativos de primeira grandeza, tanto no Brasil quanto nos EUA, e traz a leitura preliminar do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA no trimestre passado. Às 10h13 (horário de Brasília), o índice Bovespa (Ibovespa) subia 0,11%, aos 66.396 mil pontos.

A divulgação dos testes de estresse tem gerado grandes controversas entre os analistas desde o anúncio dos resultados, na última sexta-feira, e mostrou-se incapaz de confirmar a expectativa do mercado de que os números seriam o grande gatilho para os negócios no curto prazo. Com isso, os investidores passam a monitorar novos números sobre a economia norte-americana, a fim de aferir o tamanho da redução do ritmo da recuperação em curso no país.

Caso a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre deste ano, prevista para ser anunciada na sexta-feira, seja menor que a previsão consensual, de 2,5% na taxa anualizada, os agentes passarão a avaliar as possíveis medidas adicionais de estímulo a serem adotadas pelo governo do presidente Barack Obama para recuperar o ritmo de atividade.

Hoje, o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) de Chicago informou que o índice de atividade nacional caiu de 0,21 em maio para -0,63 em junho. Às 11h30 (horário de Brasília), o Fed de Dallas divulga o índice regional de atividade das empresas no mês passado. Um pouco antes, às 11 horas, saem as vendas de imóveis residenciais novos em junho. A agenda de balanços corporativos desta semana nos EUA traz os resultados trimestrais de companhias como Chevron e ExxonMobil. Hoje, porém, não será divulgado nenhum balanço relevante.

No Brasil, a temporada de balanços ganha força com a apresentação dos resultados financeiros de pelo menos 20 companhias. Hoje, M. Dias Branco e Lojas Marisa abrem a agenda de apresentações, que trará ainda Pão de Açúcar (amanhã), Bradesco e Vivo (quarta-feira) e Santander, Usiminas, Vale e Oi (quinta-feira). A divulgação da ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), na próxima quinta-feira, também deve ser monitorada pelos investidores, em meio às expectativas de um ciclo menos agressivo de alta dos juros básicos da economia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    1,02
    3,178
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,90
    67.976,80
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host