UOL Notícias Notícias
 
02/08/2010 - 07h30

Ásia: bolsas fecham em alta; HK avança 1,8%

Tóquio - A maioria das bolsas asiáticas fechou em alta. A divulgação de indicadores sobre a atividade econômica na China influenciou positivamente os mercados de Hong Kong e Xangai.

A Bolsa de Hong Kong fechou em alta depois da divulgação de um enfraquecimento nos índices de gerentes de compra da China, o que levantou a expectativa de que Pequim não vai introduzir mais medidas de aperto monetário. O índice Hang Seng teve elevação de 1,8%, fechando aos 21.412,79 pontos.

Na China, o enfraquecimento dos índices de gerentes de compra levou o principal índice acionário à maior pontuação em mais de dois meses. O índice Xangai Composto ganhou 1,3% e fechou aos 2.672,52 pontos, maior nível desde 24 de maio. O índice Shenzhen Composto subiu 2% e encerrou aos 1.097,03 pontos.

No mercado de câmbio chinês, o yuan fechou em alta diante do dólar, puxado por uma queda na paridade central, mas as preocupações com a desaceleração do crescimento doméstico limitaram os ganhos da moeda local. No balcão, o dólar fechou negociado a 6,7742 yuans, de 6,7750 yuans do fechamento de sexta-feira. O Banco do Povo da China (banco central) também fixou a paridade central em 6,7742 yuans por dólar, ante os 6,7750 yuans por dólar da sexta-feira.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, fechou em significativa alta após as especulações de que Taiwan planeja pedir à China que pare de apontar mísseis para a ilha. O índice Taiwan Weighted subiu 2% e fechou aos 7.911,68 pontos.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, encerrou o dia em alta, recuperando-se das correções de sexta-feira, em meio aos ganhos nos mercados regionais e aos bons resultados corporativos domésticos. O índice Kospi subiu 1,3% e terminou aos 1.782,27 pontos.

Na Austrália, a Bolsa de Sydney fechou na maior pontuação em cinco semanas, com altas generalizadas. Os pesos-pesados do setor de finanças influenciaram no resultado. O índice S&P/ASX 200 subiu 1,1% e fechou aos 4.541,6 pontos.

A Bolsa de Manila, nas Filipinas, fechou o dia em alta, impulsionada pelos ganhos nos mercados regionais. O índice PSE subiu 0,8% e encerrou aos 3.455,24 pontos.

A Bolsa de Cingapura terminou na maior alta em dois anos, seguindo os ganhos nas demais bolsas asiáticas após companhias líderes, como Honda Motor e Sumitomo Corp., divulgarem grandes lucros. O índice Straits Times subiu 1,25% e fechou aos 3.025,04 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, recuou 0,3% e fechou aos 3.059,98 pontos com preocupações de que o banco central possa elevar as taxas de juros para lidar com a inflação. O BC se reúne nesta quarta-feira. Fundos se desfizeram de papeis de empresas de consumo e de bancos, uma vez que elas são mais sensíveis a mudanças nas taxas de juros.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia teve alta de 0,9% e fechou aos 863,18, maior nível em 26 meses, mas pressionada por realizações de lucros. Foi a oitava alta seguida.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, subiu 0,2% e fechou aos 1.363,60 pontos - sétima alta seguida. Ganhos nos demais mercados regionais, enxurrada de fusões e aquisições corporativas e cenário otimista para o crescimento econômico doméstico deram base para o rali do mercado em sua maior alta em 29 meses. As informações são da Dow Jones

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h39

    0,24
    3,287
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h46

    -0,53
    62.924,35
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host