UOL Notícias Notícias
 
02/08/2010 - 10h36

Bolsas de NY iniciam mês em alta

Nova York - As principais bolsas de Wall Street iniciaram o mês de agosto em alta, na esteira da Europa e Ásia, enquanto aguardam pela divulgação de indicadores e pelo discurso do presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke hoje.

Às 10h34 (de Brasília), o Dow Jones registrava ganhos de 1,29% para 10.599 pontos, o Nasdaq subia 1,12% aos 2.280,72 pontos e o S&P 500 avançava 1,34% para 1.116,32 pontos.

Na Europa, as principais bolsas operavam em alta, impulsionadas pelos resultados do banco francês BNP Paribas e do HSBC, que superaram as estimativas.

O BNP Paribas, o maior banco francês em termos de capitalização de mercado, teve aumento de 31% no lucro no segundo trimestre. Já o HSBC teve lucro líquido de US$ 6,76 bilhões no primeiro semestre, ante US$ 3,35 bilhões em igual período do ano passado. Apesar de ser inglês, o HSBC, o maior banco europeu em capitalização de mercado, tem seu foco na Ásia. As ações do BNP subiam bolsa de Paris, enquanto as do HSBC subiam em Londres.

No outro lado do mundo, as bolsas subiram hoje ainda que o Índice de Gerentes de Compra (PMI, na sigla em inglês) HSBC China tenha caído para 49,4 em julho, de 50,4 em junho. Isso porque o dado mostrou um ritmo de crescimento em que o governo não precisará dar nenhum passo para esfriar a economia.

Logo mais, às 11h15 (de Brasília), Ben Bernanke deve dar mais sinais sobre como anda a saúde da economia norte-americana durante conferência na Carolina do Sul. Um pouco antes, às 11h, saem os números do índice ISM de atividade industrial em julho e o de gastos com construção em junho. Ainda hoje, o secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, fala sobre reforma financeira, em Nova York.

Entre as ações para se observar hoje estão da Coca-Cola, depois de a empresa ter sido elevada pelo J.P.Morgan.

A petroleira britânica BP deve começar esta noite a tapar o poço danificado com cimento e lama, mais de três meses após a explosão da plataforma no Golfo do México.

As ações da Research in Motion (RIM) subiam, apesar de os Emirados Árabes terem anunciado ontem que planejam bloquear os serviços do BlackBerry a partir de outubro.

Os papéis do Google também registravam alta. Usuários na China relataram problemas em visualizar uma página de pergunta e resposta do site, duas semanas depois de a empresa ter anunciado continuidade dos serviços no país. Segundo o Google, não se trata de uma problema técnico.

As ações da Ford Motor subiam. A montadora anunciou hoje que finalizou a venda da unidade sueca Volvo Car para o grupo chinês Zhejiang Geely Holding Group.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h29

    -0,55
    3,127
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h30

    -0,38
    75.319,61
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host