UOL Notícias Notícias
 
03/08/2010 - 20h20

Delegado afirma que procura Mizael desde domingo

São Paulo - O delgado da Polícia Civil Antonio de Olim disse hoje que está procurando desde domingo, 1º, o policial aposentado Mizael Bispo, acusado de matar a ex-namorada, a advogada Mércia Nakashima. "Ele sumiu", afirmou o delegado.

A Justiça de Guarulhos aceitou hoje a denúncia do Ministério Público (MP) contra o policial aposentado e o vigia Evandro Bezerra Silva. Com isso, foi decretada a prisão preventiva dos apontados pela morte da advogada, que passaram a ser réus do processo. A defesa de Mizael afirmou que ele não vai se apresentar. O vigia já está preso.

Na denúncia, a promotoria do MP acusa o ex-namorado da vítima de homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver, enquanto Silva foi acusado homicídio duplamente qualificado - o agravante a mais do policial aposentado é motivo torpe. Em seu despacho, o juiz Leandro Jorge Bittencourt alega que ambos "estão envolvidos em crime de extrema gravidade, demonstrando insensibilidade moral e enorme periculosidade".

Segundo a investigação da polícia, a advogada foi morta após deixar a casa da avó, em Guarulhos, na Grande São Paulo, no dia 23 de maio. Seu corpo foi encontrado no dia 11 de junho em uma represa de Nazaré Paulista, no interior do Estado. O motivo para o crime seria o fim do relacionamento com Mizael Bispo, que nega as acusações.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h19

    0,40
    3,292
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h23

    -0,52
    62.929,47
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host