UOL Notícias Notícias
 
04/08/2010 - 18h46

Maceió decreta situação de emergência em lagoas

Maceió - A poluição provocada pelas águas das chuvas que atingiram Alagoas nos meses de junho e julho levou a Prefeitura de Maceió a decretar situação de emergência no complexo de lagoas Mundaú e Manguaba. O texto do decreto foi publicado hoje no Diário Oficial do município e tem validade de 90 dias. Segundo a prefeitura, o objetivo do decreto é conseguir recursos federais para realizar obras de desassoreamento das lagoas, que banham pelo menos seis municípios da região metropolitana. Além de Maceió, as duas lagoas margeiam os municípios de Marechal Deodoro, Coqueiro Seco, Santa Luzia do Norte, Satuba e Pilar.

O principal dano causado pelas enchentes e apontado do texto do decreto é a aceleração do processo de assoreamento das duas lagoas. "Com isso, houve o recobrimento dos bancos reprodutores do sururu, dificultando a pesca e refletindo na sobrevivência de cerca de cinco mil famílias. Também houve reflexos na atividade turística da região", explica o decreto.

Para o presidente do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA), Adriano Augusto, do ponto de vista social, o maior prejuízo causado foi a destruição do sururu, que é principal molusco das lagoas. "A pesca de sururu foi completamente dizimada por conta das enchentes. O ambiente para desenvolvimento do sururu precisa de água salobra e lama. Nós temos o complexo complemente dessalinizado, e a parte onde era lama está coberta de areia", explicou.

Pecadores, marisqueiras e catadores de sururu da Colônia de Pescadores da Orla Lagunar reivindicam uma ajuda de custo e cestas básicas para ajudar no sustento das famílias que dependem das lagoas.

Os prefeitos de Maceió, Marechal Deodoro, Coqueiro Seco e Santa Luzia do Norte se reuniram no início da semana para discutir o assunto. Eles disseram que dependem da ajuda do governo federal para enfrentar o problema e que vão precisar de pelo menos R$ 25 milhões para as primeiras obras de recuperação das lagoas. O prefeito de Maceió, Cícero Almeida (PP), disse que além de diminuir os riscos de enchentes nas cidades e nos bairros da capital próximos às lagoas, o desassoreamento também deve ajudar nos projetos de saneamento básico da região do complexo lagunar.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host