UOL Notícias Notícias
 
04/08/2010 - 19h45

Neurocirurgião é morto em assalto em Curitiba

Curitiba - O neurocirurgião João Carlos Romanus, de 74 anos, foi morto com um tiro no peito, por volta das 21 horas de terça-feira, quando chegava em casa no bairro Alto da Quinze, em Curitiba. Os criminosos roubaram o carro que ele utilizava, que foi posteriormente encontrado em Colombo, na região metropolitana de Curitiba. Segundo vizinhos, há cerca de um mês a esposa do médico também tinha sofrido assalto. Um adolescente de 17 anos foi apreendido e Maicon de Lima, de 18 anos, foi preso. Eles são acusados de participação no crime.

De acordo com a polícia, pouco antes, os dois, acompanhados de outro adolescente, de 13 anos, tinham tentado assaltar um casal na mesma região, mas não conseguiram. O rapaz mais novo afastou-se, então, do grupo. Mas os dois perceberam a chegada do médico e partiram para cima dele. Romanus tentou fugir com o carro, mas foi atingido, segundo a polícia, por tiro desferido por Lima. Depois de deixar o corpo estendido no asfalto, eles fugiram com o carro. Os policiais identificaram os acusados após a apreensão do adolescente de 13 anos. Eles foram encontrados em Colombo.

O corpo do médico foi sepultado hoje em Curitiba. Formado pela Universidade Federal do Paraná, ele tinha especialização na Alemanha. Membro da Sociedade Brasileira de Neurologia, trabalhou em vários hospitais de Curitiba e, ultimamente, estava no Hospital do Instituto de Medicina e Cirurgia do Paraná. A Associação Médica do Paraná emitiu uma nota para demonstrar "repúdio" contra esse ato de violência, afirmando que é uma mostra da "falta de segurança" e do "descaso das autoridades com a prevenção e o combate à criminalidade".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h16

    -0,05
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h23

    1,12
    65.403,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host