UOL Notícias Notícias
 
05/08/2010 - 06h53

Tóquio tem alta de 1,7%, com exportadoras e imobiliárias

Tóquio - A Bolsa de Tóquio fechou em alta, com a desvalorização do iene puxando para cima as ações das grandes empresas exportadoras, ao mesmo tempo em que os papéis do setor imobiliário, como os da Mitsubishi Estate e os da Mitsui Fudosan, subiram fortemente depois que dados mostraram uma queda na taxa de desocupação de escritórios em Tóquio. O índice Nikkei 225 subiu 164,58 pontos, ou 1,7%, e fechou aos 9.653,92 pontos.

O pregão abriu com forte alta depois que indicadores dos EUA revelaram um aumento acima do esperado na criação de postos de trabalho pelo setor privado em julho. Os investidores agora estão atentos aos dados do "payroll", que saem nesta sexta-feira, em busca de pistas sobre a direção futura da política monetária norte-americana. Dependendo dos números, pode aumentar a especulação de que o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) adotará medidas adicionais de afrouxamento da política monetária na próxima semana, o que poderia causar uma queda do dólar.

"Os investidores não podem tomar grandes posições até a reunião do Fomc (comitê de política monetária do Fed) na terça-feira, pois há o risco de que as (ações das) exportadoras caiam", disse Tsuyoshi Kawata, estrategista da Nikko Cordial Securities. Nesta quinta-feira, as exportadoras foram beneficiadas pelo fato de a cotação do dólar ter se mantido acima dos 86 ienes. As informações são da Dow Jones

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host