UOL Notícias Notícias
 
09/08/2010 - 07h40

Bolsa de Tóquio recua 0,7% após o payroll

Tóquio - A Bolsa de Tóquio fechou em queda, na esteira do desapontamento com o "payroll" anunciado nos EUA e que na sexta-feira puxou para baixo tanto o dólar como as bolsas norte-americanas. O dado pressionou as ações japonesas sensíveis ao câmbio, num pregão que teve o menor volume negociado do ano, por causa da aproximação das férias de meio de ano no Japão. O índice Nikkei 225 recuou 69,63 pontos, ou 0,7%, e fechou aos 9.572,49 pontos.

O mercado abriu em baixa, ainda sob influência dos dados sobre o mercado de trabalho dos EUA. As exportadoras japonesas foram afetadas pelo temor de um possível enfraquecimento adicional do dólar se o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) tomar medidas para flexibilizar a política monetária.

Às 3h (de Brasília), o dólar era negociado a 85,55 ienes, ainda abaixo do nível de fechamento na sexta-feira, antes do anúncio do payroll. "Precisamos ser cautelosos com a volatilidade decorrente de leves ajustes nas posições, por causa do volume tão baixo", disse Masatoshi Sato, estrategista da Mizuho Investors Securities.

A atenção do mercado agora se volta para os anúncios de política monetária nos EUA e no Japão, ambos na terça-feira. Enquanto muitos esperam que o Banco do Japão (BOJ, banco central japonês) fique estático, o analista-chefe da Himawari Securities, Hideki Horikawa, diz que o Fed provavelmente não vai implementar medidas de alívio monetário, ao contrário do que muitos esperam. "O dólar pode cair de novo para menos de 85 ienes, mas movimentos drásticos são improváveis até a próxima semana", afirmou. As informações são da Dow Jones

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host