UOL Notícias Notícias
 
09/08/2010 - 10h27

Bovespa avança em meio à busca por ativos arriscados

São Paulo - A expectativa por uma nova rodada de frouxidão monetária nos Estados Unidos eleva o apetite ao risco dos investidores hoje, em direção contrária ao movimento dos mercados no fim da semana passada. Com isso, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) deve se beneficiar da busca por ativos menos seguros ao redor do mundo. Às 9h23 (horário de Brasília), o índice Bovespa (Ibovespa) avançava 0,46%, aos 68.410 pontos.

O relatório fraco sobre o mercado de trabalho nos Estados Unidos em julho, divulgado na última sexta-feira, e outras indicações recentes de que a economia norte-americana está se enfraquecendo aumentaram as chances de o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) anunciar novas medidas de estímulo, ao fim do encontro de política monetária, amanhã. Porém, as apostas ainda não são consensuais e o BC dos EUA pode publicar apenas um comunicado ainda mais cauteloso, revendo em baixa as perspectivas macroeconômicas do país. Nas bolsas, os investidores se antecipam a um novo cenário e partem para as compras, o que dá impulso às ações e às commodities (matérias-primas) no exterior.

Hoje, a Hypermarcas abriu a penúltima semana da temporada de divulgação de balanços no Brasil, mas o resultado mais aguardado fica para a próxima sexta-feira, quando serão informados os resultados da Petrobrás. A Hypermarcas registrou lucro líquido de R$ 53,3 milhões no segundo trimestre de 2010, o que representa uma queda de 59,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

Os números do período de abril a junho deste ano consolidam as aquisições da Sapeka, Luper e Sanifill, mas não a compra da York, segundo a empresa. Além disso, a Hypermarcas anunciou a compra da Mabesa do Brasil por R$ 350 milhões. Hoje serão divulgados ainda os dados trimestrais da Gol, após o fechamento da Bovespa.

No setor financeiro, o destaque é o Banco do Brasil (BB), que parte para a internacionalização. Depois de comprar o Banco da Patagonia, na Argentina, o BB assinou hoje um memorando de entendimento com o Bradesco e o Banco Espírito Santo (BES) para estabelecer parceria para atuar no continente africano. Já o Bradesco informou que, junto com o BB, firmou com a Caixa Econômica Federal um memorando de entendimentos visando à participação da Caixa em uma empresa a ser constituída, que fará a gestão da bandeira Elo de cartões de crédito, débito e pré-pagos para clientes correntistas e não correntistas dos três bancos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host