UOL Notícias Notícias
 
10/08/2010 - 14h17

Fundos de varejo perdem espaço para previdência privada

São Paulo - A participação dos fundos de varejo em relação ao total dos recursos aplicados no setor vem apresentando redução ano a ano. A fatia, que situava-se em pouco mais de 30% há cinco anos, caiu para 17,8% em julho deste ano. A queda é resultado, principalmente, de uma migração de recursos para os planos de previdência privada, segundo o vice-presidente da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), Demosthenes Pinho Neto.

Nas estatísticas da Anbima, os aportes nos planos PGBL e VGBL são contabilizados como recursos de investidores institucionais, e não de pessoas físicas. "Os fundos de previdência, por conta de vantagens tributárias para a poupança de longo prazo, acabam atraindo recursos", afirmou o executivo.

Segundo a associação, os investidores institucionais respondem hoje por 39,6% dos recursos aplicados em fundos no Brasil, o que representa R$ 613,6 bilhões, enquanto a parcela dos fundos de varejo é equivalente a R$ 275,3 bilhões. Os demais recursos estão alocados entre investidores das categorias corporate, poder público, private e outros.

Nos últimos cinco anos, o patrimônio dos fundos de previdência cresceu 227,5%, de acordo com dados da Anbima. Em 2010, a captação média mensal dos planos de previdência é de R$ 1,253 bilhão, acima dos R$ 1,170 bilhão do ano passado e dos R$ 657 milhões de 2008.

Poupança

Questionado sobre a concorrência dos fundos de varejo com a poupança, o vice-presidente da Anbima avaliou que, diante do atual nível de taxa de juros, o assunto não preocupa o setor. "Acredito que quando os juros voltarem ao patamar de 7% a 8% haverá a necessidade de reflexão sobre o tema", afirmou. A poupança hoje possui rentabilidade fixa de 6% ao ano mais a variação da TR.

No ano, a caderneta acumula captação recorde de R$ 19,079 bilhões. Na avaliação de Pedro Bastos, diretor da Anbima, o resultado da poupança também é fruto da melhora da renda da população brasileira. "Em muitos casos, são pessoas que estão poupando pela primeira vez, e o instrumento usado por elas é a caderneta", afirmou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    -0,22
    3,175
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h23

    1,12
    65.403,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host