UOL Notícias Notícias
 
10/08/2010 - 13h59

Indústria de fundos deve atingir R$ 1,5 tri este ano

São Paulo - A indústria brasileira de fundos de investimento deve alcançar a marca de R$ 1,5 trilhão em patrimônio líquido ainda este ano. A projeção é do vice-presidente da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), Demosthenes Pinho Neto. O setor encerrou o mês de julho com um total de R$ 1,475 trilhão em recursos, o que representa captação líquida de R$ 41,772 bilhões no acumulado deste ano.

Na avaliação do vice-presidente da Anbima, a tendência para os últimos meses deste ano é de continuidade nas captações. "Não enxergamos nada que possa significar uma ruptura até o fim do ano", afirmou, durante entrevista coletiva realizada na sede da entidade, em São Paulo.

Uma possível medida que poderia trazer impactos negativos para a indústria seria um novo aumento dos recolhimentos compulsórios, que levaria os bancos a ampliar os esforços de captação via CDB, segundo Pinho Neto. "Mas não vislumbramos nenhuma medida do tipo", enfatizou.

Os últimos meses do ano costumam ser sazonalmente positivos para a indústria de fundos, de acordo com Pedro Bastos, diretor da Anbima. "Nesse período, temos o início das restituições do imposto de renda, os dissídios salariais de várias categorias e o pagamento do 13º salário", destacou.

Nos primeiros sete meses de 2010, os fundos de renda fixa lideraram as captações líquidas de recursos do setor, com R$ 26,482 bilhões, ou 63,4% do total, segundo dados da Anbima. Em seguida, aparecem os fundos de previdência, com R$ 8,772 bilhões. No período, apenas as categorias DI e FIDC apresentaram resgates líquidos, de R$ 7,2 bilhões e R$ 247 milhões, respectivamente.

Em dólares, a indústria de fundos brasileira já é a sexta maior do mundo, com US$ 803 bilhões, atrás apenas de Irlanda, Austrália, França, Luxemburgo e Estados Unidos, de acordo com a Anbima.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,73
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,00
    65.010,57
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host