UOL Notícias Notícias
 
13/08/2010 - 12h55

Bolsa estuda nova política de tarifas para investidores

São Paulo - A BM&FBovespa informou hoje que está redesenhando sua política de tarifas. "Ela será alinhada com o que se pratica em todas as bolsas dos quatro continentes. Estamos redesenhando nossa política e a pessoa física será privilegiada", destacou o diretor presidente da BM&FBovespa, Edemir Pinto, em teleconferência com jornalistas.

"Tem um rótulo de que a Bolsa brasileira é cara. O problema é que nosso modelo de negócios se difere de muitas bolsas lá fora", disse. A BM&FBovespa faz transações, liquidação e custódia e os custos incluem todas as operações. Por isso, segundo Edemir, eles não são comparáveis com os de outras bolsas americanas, europeias e asiáticas que, em sua maior parte, só fazem transações. "Nossa política de tarifação vem do passado, de quando a Bolsa era uma sociedade fechada."

A nova política tem como objetivo separar os custos, divididos em transações, custódia e liquidação. "Queremos fazer isso para os custos serem comparáveis com outras bolsas internacionais." No entanto, o executivo não deixou claro se o valor vai subir ou cair. A Bolsa não espera impacto nas receitas dessa nova política. Segundo Edemir, mais detalhes sobre as mudanças serão anunciados até o fim do ano.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    1,02
    3,178
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,90
    67.976,80
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host