UOL Notícias Notícias
 
23/08/2010 - 07h42

Principais mercados da Ásia fecham no negativo

Tóquio - As principais bolsas asiáticas iniciaram a semana em queda. A baixa em Wall Street e o recuo em ações de setores estratégicos, como petrolífero, imobiliário e bancário, determinaram a direção dos pregões.

O declínio nas companhias energéticas levou a Bolsa de Hong Kong ao seu menor patamar em quatro semanas, renovando as preocupações sobre a recuperação da economia global. O índice Hang Seng caiu 92,81 pontos, ou 0,4%, e terminou aos 20.889,01 pontos, o pior fechamento desde 26 de julho.

A Bolsa de Xangai, na China, teve ligeira baixa, liderada pelos papéis do setor imobiliário, após Pequim reiterar a necessidade de conter a especulação dos preços dos imóveis. Os bancos também mostraram fraqueza. O índice Xangai Composto caiu 0,1% e encerrou aos 2.639,37 pontos. Por outro lado, o índice Shenzhen Composto subiu 0,4% e terminou aos 1.121,65 pontos.

O yuan se desvalorizou em relação ao dólar, após a taxa de paridade central dólar-yuan ser fixada num valor maior do que as expectativas. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8003 yuans, acima do fechamento de sexta-feira, que foi de 6,7902 yuans. A taxa de paridade central dólar-yuan foi fixada em 6,7989 yuans, de 6,7884 yuans de sexta-feira.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, encerrou o dia em alta moderada, influenciada pelas ações dos setores financeiro, imobiliário e de turismo. O índice Taiwan Weighted subiu 0,6% e fechou aos 7.975,93 pontos.

Já a Bolsa de Seul, na Coreia do Sul fechou em baixa, incapaz de superar os resultados fracos dos mercados dos EUA na sexta-feira e com os investidores preocupados com a desaceleração do crescimento da economia global. O índice Kospi recuou 0,4% encerrou aos 1.767,71 pontos.

Em meio à incerteza sobre o resultado das eleições de sábado para o parlamento australiano, o índice S&P/ASX 200 fechou praticamente estável, com recuo de apenas 0,04%, terminando aos 4.428,99 pontos.

Nas Filipinas, o índice PSE da Bolsa de Manila teve alta de 0,6% e fechou aos 3.613,37 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve baixa em meio aos resultados diversos das bolsas regionais e com o mercado aguardando novas pistas dos EUA. No entanto, a abertura favorável dos mercados europeus amorteceu a queda na última hora de negociação. O índice Straits Times perdeu 0,4% e fechou aos 2.925,99 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, avançou 0,4% e fechou aos 3.128,73 pontos, uma vez que os fundos estrangeiros continuam a comprar ações relacionadas a petróleo e automotivas na expectativa de fortes ganhos no terceiro trimestre.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, subiu 0,1% e fechou aos 894,78 pontos depois da surpresa com o resultado do PIB do segundo trimestre, mas com realizações de lucros na tarde segurando os ganhos.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, subiu 0,6% e fechou aos 1.403,15 pontos, sétima alta consecutiva, somando 10,2% de ganhos no ano até esta data; concorreram para a alta ganhos das empresas no segundo trimestre melhor que os esperados e a forte demanda pela moeda. As informações são da Dow Jones

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h19

    0,27
    3,274
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h28

    -0,74
    63.613,69
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host